Fechar

Policial

Caso Magó

Laudo do IML confirma que Maria Glória sofreu violência sexual

Publicado por Monique Manganaro, com informações de Luciana Peña , 11:48 - 03 de fevereiro de 2020

Bloco de Imagem

Foto: Reprodução/Facebook

Laudo divulgado pelo Instituto Médico Legal (IML) de Maringá confirmou que a bailarina Maria Glória Poltronieri Borges, de 25 anos, encontrada morta próximo a uma cachoeira de Mandaguari, sofreu violência sexual.


A informação foi confirmada pelo delegado Diego Almeida, responsável pela delegacia de homicídios de Maringá e que auxilia na investigação do caso.


Magó foi encontrada morta na tarde do dia 26 de janeiro, depois de ter ido acampar na cachoeira Massambani, em Mandaguari. Na semana passada, outro exame realizado pelo IML apontou que a jovem foi morta por estrangulamento.

No sábado, 1°, centenas de pessoas tomaram as ruas do centro de Maringá em um ato de repúdio ao feminicídio. As ações, que aconteceram também em Curitiba, foram motivadas pela morte da bailarina maringaense.

De acordo com informações apuradas pela reportagem da CBN Maringá, mais de 30 pessoas já foram ouvidas desde o começo das investigações. Pelo menos mais 10 depoimentos estão marcados para ocorrer nesta segunda-feira, 3, e nesta terça-feira, 4.


Em breve mais informações.


Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui e participe do nosso grupo. Lembrando que apenas administradores podem enviar mensagens.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo