Fechar

Policial

Região

Corpo de idoso é encontrado esquartejado dentro de mala em canavial

Publicado por Portal da Cidade Paranavaí , 08:28 - 03 de Dezembro de 2019

Bloco de Imagem

Manoel Ferreira da Rocha, de 73 anos, estava desaparecido desde o dia 23. Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil de Paranavaí encontrou na tarde desta segunda-feira (2) o corpo de Manoel Ferreira da Rocha, de 73 anos, que estava desaparecido desde o último sábado (23), quando não foi mais visto na casa onde residia no Jardim Paulista.


O filho da vítima, um jovem de 21 anos, confessou ter matado o pai a marteladas e ter esquartejado e enterrado o corpo em um canavial em Nova Aliança do Ivaí, com a participação da namorada, uma adolescente de 14 anos.


Os dois fugiram para Curitiba, mas foram presos pela Polícia Civil e chegaram hoje a Paranavaí. Conforme o delegado, Luiz Carlos Mânica, o rapaz indicou o local onde havia enterrado o corpo do pai. Manoel foi encontrado esquartejado dentro de uma mala enterrada no canavial.

Bloco de Imagem

Foto: Polícia Civil

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Paranavaí.


Ainda segundo a polícia, foi solicitada a prisão temporária do jovem pelo prazo de 30 dias. Ele ficará preso na cadeia pública de Paranavaí, pois já tem passagens pela polícia por crimes como incêndio, furto qualificado, corrupção de menores, uso de drogas e ameaça. Ele estava em liberdade com monitoração de tornozeleira eletrônica.


Segundo o delegado, ele deverá responder pelo crime de homicídio qualificado e ocultação de cadáver, cuja pena ultrapassa 30 anos de prisão. A adolescente também deverá ser internada em um centro de socioeducação, conforme o estatuto da criança e do adolescente.


Leia outras notícias de Paranavaí e região.


Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui, e encaminhe uma mensagem informando o seu nome.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo