Fechar

Paraná

Soldado Adriano

Projeto proíbe separação de presos por facções

Publicado por Luciana Peña/CBN Maringá, 11:23 - 28 de Maio de 2019

Na semana em que o país assiste a mortes de presos em penitenciárias do Amazonas, no Paraná, um projeto apresentado na Assembleia Legislativa causa polêmica antes mesmo de chegar às comissões. O projeto proíbe a classificação e segregação dos internos do Sistema Penitenciário por critério de facções criminosas.


A proposta é do deputado estadual Soldado Adriano José (PV), de Maringá. Ele trabalhou 11 anos como policial militar e disse que o dia a dia prendendo suspeitos motivou o projeto. Ele defende que colocar presos rivais juntos enfraquece o crime organizado e diz que a penitenciária precisa ser um lugar “terrível”.


"Hoje, o faccionado sabe que se ele cometer um crime bárbaro e for preso, vai chegar dentro da cadeia e vai ser separado por facção. Na minha avaliação, isso é um absurdo. Nós precisamos fazer que as cadeias sejam um lugar ruim e fazer que sirva de exemplo para que os nossos jovens que pensam em entrar no mundo da criminalidade não queiram ir para lá. Se o bandido não quer se sujeitar às regras do estado, é simples: é só ele não matar, não furtar, não roubar", afirma. 


O deputado faz uma ressalva: os chamados ladrões de galinha devem ser separados dos mais perigosos. Ouça na reportagem


O deputado não acredita que a separação de presos por facções ajude na ressocialização dos internos.


O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná emitiu uma nota alertando para os riscos do projeto. Segundo o Sindarspen, a medida promoveria o crescimento das facções no Paraná e aumentaria os riscos de rebeliões.

Bloco de Imagem

Foto: ilustrativa/EBC/CBN Maringá

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo