Fechar

Paraná

Epidemia

Em Paranavaí, focos de dengue podem levar à prisão

Publicado por Carlos Emori/CBN Maringá , 16:31 - 15 de Janeiro de 2020

Paranavaí declarou situação de emergência nesta terça-feira. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado, o município registrou nesta semana 450 casos para cada 100 mil habitantes.


Com o aumento no número de notificações da doença, aumentaram também o número de atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde e na Unidade de Pronto Atendimento. Para dar conta das demandas, o município irá realizar a contratação de sete médicos, como explica o prefeito de Paranavaí, Carlos Henrique Rossato Gomes.


O período de inscrições para o Processo Seletivo vai de 17 a 26 de janeiro e não há cobrança de taxas. De acordo com o prefeito, as convocações dos médicos devem ser feitas em um prazo de cerca de 20 dias.


Para tentar conter o aumento dos números de casos de dengue, o município fará mutirões de limpeza e dependendo da situação do imóvel ou em casos de reincidência, o cidadão pode até ser preso.


As vagas ofertadas pelo município são três para Médico Plantonista para atuar na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24 horas, com salário base de R$ 7.294,33 para carga horária de 72 horas mensais , e outras quatro vagas para Médico Clínico Geral para atuar nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), com salário base de R$ 15.412,57 para carga horário de 40 horas semanais.


A contratação será feita pelo período de até 180 dias, podendo ser prorrogada por igual período, ou enquanto persistir a situação de surto ou epidemia de dengue no município, ou ainda até que a vaga seja ocupada por servidor público efetivo, nomeado em Concurso Público.

Bloco de Imagem

Foto: Ilustrativa/Agência Brasil

Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui, e encaminhe uma mensagem informando o seu nome.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo