Fechar

Paraná

Preocupante

Dengue: Paranavaí entra na lista de municípios em situação de epidemia

Publicado por Fábio Guillen, 19:25 - 14 de Janeiro de 2020

A cidade de Paranavaí, na região Noroeste do Paraná, entrou para a lista de municípios em situação de epidemia de dengue. De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Paraná, o Município registrou nesta semana 450 casos de dengue por 100 mil habitantes.



“É um dado preocupante. Faremos uma aproximação ainda maior com a cidade e estabelecer algumas ações em conjunto”, destacou Beto Preto, secretário de Saúde do Paraná.



Durante a divulgação dos resultados do Comitê Intersetorial de Controle da Dengue, sob orientação direta da Secretaria de Estado da Saúde, o número de cidades paranaenses em situação de epidemia foi atualizado para 22. “Continuamos acompanhando o combate ao mosquito dia a dia, município a município. Com a intervenção do Governo do Estado, das prefeituras e a ajuda da comunidade, estamos conseguindo diminuir a incidência da doença”, afirmou Beto Preto.


Epidemia


Além de Paranavaí, Nova Cantu, Quinta do Sol e Florestópolis, também estão em situação de epidemia os municípios de Juranda, Peabiru, Diamante do Norte, Guairaçá, Inajá, Santa Isabel do Ivaí, ngulo, Colorado, Doutor Camargo, Floraí, Paranacity, Uniflor, Braganey, Douradina, Paraíso do Norte, Tamboara, Sertaneja e Guaíra.



Veneno


A partir de fevereiro o Paraná contará com um novo agente no combate à dengue. De acordo com Beto Preto, o Ministério da Saúde vai disponibilizar veneno diferente contra a doença. O inseticida Cielo (praletrina e imidacloprida) vai substituir o Malathion nas ações conhecidas como fumacê. “Nossos técnicos passarão por treinamentos específicos no começo do próximo mês”, disse o secretário.

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação AEN

Quer receber nossas principais notícias por Whatsapp? Se sim, clique aqui, e encaminhe uma mensagem informando o seu nome.


 

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo