Fechar

Maringá

Consumidor

Procon de Maringá faz mutirão online de renegociação de dívida

Publicado por Redação GMC, 09:23 - 12 de Setembro de 2019

O Procon de Maringá realizará, até 30 de setembro de 2019, um mutirão online de renegociação de dívidas. A ação, realizada em parceria com o Procon Paraná, Associação Brasileira de Procons e Federação Brasileira de Bancos (Febraban) será exclusivamente pela Internet, por meio da da plataforma de solução de conflitos consumidor. gov.br.


De acordo com Geison Ferdinandi, dirigente do Procon de Maringá, muitos devedores deixam de procurar o Procon ou até mesmo seu banco por se sentirem constrangidos.



"Acreditamos que esse mutirão pela internet vai incentivar as pessoas a negociar suas dívidas e sair dessa situação que causa diversos transtornos, muitas vezes motivada por fatores como uma doença na família ou desemprego”, afirma.



Como participar?


Para participar do mutirão online, basta o consumidor fazer o seu registro na plataforma www.consumidor.gov.br, quando receberá um login e senha. Nesse momento, o consumidor fará o relato do seu problema, devendo informar que deseja participar do mutirão de renegociação de débitos. Após finalizar o registro, o banco ou instituição financeira tem o prazo de 10 dias para apresentar uma proposta ou resposta para o consumidor.


No momento do preenchimento do registro, é importante que o consumidor informe corretamente seus dados, como telefones e e-mail para contato, o que facilitará o atendimento por parte dos bancos e instituições financeiras participantes. O Procon de Maringá orienta ainda que o consumidor, no seu relato, informe que está participando do mutirão, com a seguinte hashtag: #MutiraoProconsBrasil.


Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui, e encaminhe uma mensagem informando o seu nome.

Bloco de Imagem

Foto: Ilustrativa/Pixabay

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo