Fechar

Maringá

URGENTE

Prefeito decreta toque de recolher nas ruas de Maringá

Publicado por Fábio Guillen, 14:58 - 23 de March de 2020

Bloco de Imagem

O decreto número 464/2020 foi publicado na tarde desta segunda-feira, 23, e entrou em vigor a medida - Foto: Prefeitura de Maringá

O prefeito de Maringá, Ulisses Maia, decretou toque de recolher nas ruas de Maringá entre as 21h e 5h. Os moradores não podem sair nas ruas nesse período por conta da pandemia de coronavírus no Brasil. 


Somente trabalhadores da área da segurança, saúde e atividades essenciais poderão sair nas ruas entre as 21h e as 5h. Quem descumprir o toque de recolher será indiciado por crimes contra a saúde pública e pagará multa no valor de R$ 300. O valor da multa será dobrado em caso de reincidência.


O decreto número 464/2020 foi publicado na tarde desta segunda-feira, 23, e entrou em vigor a medida. Além do toque de recolher, Maia suspendeu também as atividades na rodoviária de Maringá. O decreto vai valer durante a pandemia de coronavírus no Brasil e não tem prazo para se encerrar. 


Maringá tem 52 casos suspeitos de covid-19


Maringá tem mais cinco casos suspeitos de coronavírus, segundo o boletim divulgado pela prefeitura no último domingo, 22. Agora, são 52 pacientes com suspeita da doença.


O município tem três casos já confirmados de Covid-19. O primeiro foi confirmado na quarta-feira, 18. Trata-se de uma mulher de 46 anos que veio da Espanha. O segundo caso foi confirmado na quinta-feira, 19, e o paciente é um homem de 36 anos que chegou recentemente da Itália. Leia mais...


 Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui e participe do nosso grupo. Lembrando que apenas administradores podem enviar mensagens.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo