Fechar

Maringá

Saúde

Maringá registra mais um caso de sarampo; neste sábado tem vacinação

Publicado por Luciana Peña/CBN Maringá, 12:43 - 29 de Novembro de 2019

Maringá registrou mais um caso de sarampo. Agora são três casos confirmados e um em investigação. O novo boletim sobre a doença foi divulgado nessa quinta-feira (28) pela Secretaria de Saúde do Paraná (Sesa). 


Conforme a Sesa, a vítima do novo caso confirmado é uma muher de 25 anos.  No estado todo são 479 casos confirmados, a maioria deles em Curitiba.


Dia D


Esse sábado (30) é o Dia D de vacinação contra o sarampo. O público-alvo nesta etapa da campanha são os jovens entre 20 e 29 anos de idade. As unidades de saúde estarão abertas para aplicar a vacina.


Também serão atualizadas as vacinas de qualquer faixa etária, conforme disponibilidade descrita no final do texto.


Deve ser apresentada a caderneta de vacinação para avaliação e registro. Quem tiver as doses necessárias para a idade não será revacinado. No arquivo anexo seguem os horários de atendimento das UBSs durante a semana.


A campanha nacional para interromper a circulação do sarampo e proteger grupos mais acometidos pela doença no país iniciou no dia 7 de outubro para crianças de 6 meses e menores de 5 anos, e desde o dia 18 de novembro é destinada para os adultos de 20 a 29 anos.


O chefe da Divisão de Doenças Transmissíveis da Sesa, Renato Lopes, disse em entrevista à CBN Maringá que a vacina é a única forma de prevenção.


O sarampo é altamente contagioso. Mesma num ambiente ao ar livre é possível se contaminar. A doença deixa sequelas e em casos graves pode levar à morte.


Vacinas disponíveis nas respectivas UBSs


Vacina BCG: Iguaçu, Pinheiros, Quebec, Tuiuti e Zona Sul.


Vacina tríplice viral (sarampo, caxumba, rubéola) - específica para crianças de 6 à 8 meses ou pessoas alérgicas a proteína de leite de vaca: Aclimação, Morangueira, Olímpico, Piatã, Universo e Zona 6. OBS.: As crianças a partir de 9 meses e pessoas sem alergia a proteína de leite de vaca poderão se vacinar em qualquer UBS.


Pólio Oral (reforço de 15 meses e 4 anos): Alvorada III, Cidade Alta, Guaiapó-Requião, Iguaçu, Iguatemi, Mandacaru, Pinheiros, Portal das Torres, Quebec, Tuiuti, Zona 7 e Zona Sul.


*Até 30 de novembro e enquanto houver estoque na UBS, será aplicada a vacina dTpa como 2º reforço para crianças de 4 anos (em substituição à DTP em falta no momento). Não deve haver aplicação desta vacina como 1º reforço (aos 15 meses) - contraindicada para crianças menores de 4 anos.


Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui, e encaminhe uma mensagem informando o seu nome.

Bloco de Imagem

Foto: Arquivo/EBC

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo