Fechar

Maringá

Cidade

Licitação para utilização do Parque do Japão fica deserta

Publicado por Victor Simião/CBN Maringá, 09:01 - 23 de Abril de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação/PMM

Nenhuma empresa se interessou em alugar o salão de eventos e outros itens do Parque do Japão. A licitação feita pelo município ficou deserta – quando ninguém fez propostas para explorar os serviços do local. A modalidade da licitação foi de concorrência e os envelopes seriam abertos nessa segunda-feira (22).


Conforme o certame, quem vencesse a disputa poderia utilizar o salão de eventos e realizar serviços gastronômicos.


O edital previa que quem se responsabilizasse pelo salão deveria pagar a conta de água. Além disso, o aluguel seria de R$ 13,8 mil. E o contrato seria de 84 meses (sete anos).


A concessão do espaço era vista como uma solução para um gargalo. Desde o fim de 2017, o Parque do Japão voltou a ser administrado pela Prefeitura de Maringá. A organização que era a responsável pelo espaço alegou que vinha tendo prejuízos financeiros.


Apesar de ser espaçoso e muito utilizado para sessões fotográficas, a Prefeitura considera que o parque não é explorado como deveria e que precisa fazer algo para chamar mais atenção.
A licitação foi feita para isso, mas ficou deserta.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo