Fechar

Maringá

Retidos

Embaixada freta avião e maringaenses vão deixar o Equador

Publicado por Fábio Guillen, 11:50 - 29 de março de 2020

Bloco de Imagem

Mateus Castilho de Araújo, 23 anos, e Lucas Castilho de Araújo, 29 anos, devem voltar para Maringá na próxima terça-feira - Foto: Arquivo pessoal

Os dois irmãos de Maringá que ficaram retidos em Quito, no Equador, devem retornar para casa esta semana em um voo fretado pela Embaixada do Brasil em Quito, conforme informou a nota enviada pelo Itamaraty.


Mateus Castilho de Araújo, 23 anos, e Lucas Castilho de Araújo, 29 anos, foram pegos de surpresa com as medidas de urgência do Equador para combater a pandemia de coronavírus e não conseguiram voltar para casa por falta de voos.


A fronteira do Equador também foi fechada pelo governo local. Os irmãos chegaram no dia 8 deste mês na capital do Equador.


Segundo a Embaixada do Brasil em Quito, uma aeronave da Gol foi fretada pelo governo brasileiro para fazer a repatriação dos 160 nacionais e estrangeiros residentes no Brasil, que procuraram a Embaixada por estarem retidos no Equador.


A nota diz que o voo está previsto para decolar do aeroporto Internacional Mariscal Sucre na terça-feira, 31, às 13h20, hora de Quito em direção ao aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, onde terminará a operação custeada pelo Governo brasileiro.


A Embaixada informou ainda que está cuidando de todo o trâmite de transporte com segurança dos brasileiros de seus hotéis até o aeroporto.



Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui e participe do nosso grupo. Lembrando que apenas administradores podem enviar mensagens.


Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo