Fechar

Maringá

"PT Nunca Mais"

Atos pró-Bolsonaro tomam a Avenida Tiradentes em Maringá

Publicado por Carina Bernardin/CBN Maringá, 20:03 - 21 de Outubro de 2018

Bloco de Imagem

Assim como no restante do país, apoiadores do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), foram às ruas de Maringá neste domingo (21). A maioria das pessoas vestiu verde e amarelo e levou bandeiras do Brasil nas mãos. Foram vários gritos de guerra.


Foram dois atos “PT nunca mais” na cidade, organizados por vários grupos, como o Comitê Suprapartidário, os Patriotas do Brasil e os movimentos Brasil Livre e Vem pra Rua. Para o radialista Eduardo Lanza, os eleitores têm que mudar o rumo do Brasil.


O estudante Virgílio Marquesini lembra que nas eleições de 2014 ele também esteve nas ruas para tentar tirar o PT do poder, mas que não conseguiu. Agora ele está confiante. Já a universitária Silvia Joanci também relata nunca ter visto tanta gente nas ruas em Maringá manifestando.



Ouça a reportagem na CBN Maringá.



Durante as manifestações, dois grupos que organizaram atos pró-Bolsonaro em Maringá se desentenderam. É que ambos se concentraram na Avenida Tiradentes, cada um em uma pista e com um caminhão de som.


A coordenadora do ato pelo Patriotas do Brasil, Cássia Franzoi, estava contente com a manifestação, que segundo ela, foi organizada pelas redes sociais.


Segundo Willi Taguchi, do Comitê Suprapartidário, o ato foi não mérito de nenhum dos grupos, mas sim do povo, que resolveu ir para as ruas em busca de um país melhor.


A Polícia Militar não foi vista pela nossa reportagem nos locais dos atos e nem durante a passeata, que ocorreu pelas Avenidas Tiradentes, 15 de novembro e Herval. A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) disse que somente o ato do Comitê Suprapartidário comunicou a Prefeitura com antecedência sobre a manifestação e pediu a interdição de vias.


O movimento Patriotas do Brasil disse que ato pró-Bolsonaro atraiu mais de 5 mil pessoas na cidade.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo