Fechar

Maringá

Simulação

Alunos de Maringá aprendem como agir em caso de desastre; VÍDEO

Publicado por Letícia Tristão, 15:06 - 18 de Setembro de 2018

Centros de Educação Infantil (Cmeis) e Escolas Municipais de Maringá realizam, nesta terça-feira (18), o Dia de Plano de Abandono, uma simulação para retirada dos alunos do local em caso de desastre, como incêndio ou desabamento.


De acordo com a Defesa Civil, que presta apoio às escolas, todos os prédios têm sirene de sinalização para evacuação e todos os servidores da instituição são treinados para possíveis situações como essas. Em Maringá, são 114 unidades escolares, 63 Cmeis e 51 escolas, e quase 40 mil alunos. O objetivo da simulação é treinar os alunos para que deixem o local o mais rápido possível. 


Segundo o diretor da Defesa Civil, Adilson Costa, é importante que as crianças saibam o que fazer em caso de desastres. “Passando por esse processo, a criança cresce com visão de segurança, tanto para ela quanto para ajudar algum colega”, afirma.


Adilson explica que uma orientação é que os alunos corram com os braços cruzados em 'x' no peito para evitar acidentes. "Em uma situação real, tendemos a bater os braços e podemos machucar uns aos outros", diz.


De acordo com a Defesa Civil, na escola José Hiran Sallée, 480 crianças saíram do prédio em 2 minutos e 47 segundos.


No Cmei Maria de Lourdes Vale Bom, foram 82 crianças (bebês) no tempo de 2 minutos e 42 segundos, 27 segundos a menos que do último simulado.


177 alunos evacuaram o Cmei Afonso Vidal Cezar em 1 minuto e 59 segundos, tempo recorde.

Bloco de Galeria
Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo