Fechar

COLUNISTAS

Prioridades para Maringá

Player

Publicado por Zona Livre, 10:42 - 07 de fevereiro de 2019

PRIMEIRA VISITA DO GOVERNADOR RATINHO JUNIOR


O governador Ratinho Junior, do PSD, eleito no ano passado, assumiu o governo no dia 1º de janeiro. Ontem, 37 dias depois da posse, ele fez a primeira visita a Maringá. Esteve na Cocamar, durante a realização da 60ª Assembleia Geral Ordinária da cooperativa. Participou no começo da tarde da assinatura da ordem de serviço do início das obras de recuperação do Contorno Sul da cidade.
Mais tarde, participou de reunião organizada pela ACIM e o Codem. Nesta reunião recebeu um documento contendo seis reivindicações da sociedade organizada de Maringá.


CONTORNO SUL
A recuperação do Contorno Sul está orçada em 12,7 milhões. Os recursos estão previstos em convênio firmado entre o município e o governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Logística (SEIL e Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR).
O anúncio dessa liberação foi feito no dia 29 de junho de 2018, pela governadora Cida Borghetti, em reunião realizada na Prefeitura.
Nesta quarta-feira, o governador Ratinho Junior participou da assinatura da ordem de serviço para a obra.


Neste evento estiveram presentes vereadores e prefeitos da região. Estiveram presentes o deputado federal Ricardo Barros (PP) e os deputados estaduais Do Carmo (PSL), Soldado Adriano (PV) e Cobra Repórter (PSD).


PRIORIDADES PARA MARINGÁ
Na reunião realizada na ACIM, em conjunto com o Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (CODEM), o governador recebeu um documento com seis reivindicações.
Dentre elas, a construção do laboratório da Tecpar para a produção de medicamentos na cidade, criação de viadutos e trincheiras em pontos específicos, ampliação do efetivo da polícia, entre outros.
O governador se colocou à disposição e disse que pretende fazer o possível para auxiliar a cidade. Em um primeiro momento, o foco será no laboratório da Tecpar. A Prefeitura já doou um terreno para a construção, só que há demandas que dependem do governo federal – e aí está o problema. Ratinho Junior disse, em entrevista.
“Agora é sentar, ver o tamanho da possibilidade de investimento para que possamos atender a cidade de Maringá”, completou Ratinho.
No site do governo do Estado foram registradas as falas do presidente da Acim, Michel Felippe Soares, que citou as obras na fábrica de medicamentos do Instituto Tecnológico do Paraná (Tecpar) em Maringá. “É muito importante essa sinergia da iniciativa privada com o poder público. Esse investimento atende ao masterplan da cidade na área de saúde”, completou.
Também está no site a manifestação de José Roberto Lourenço Mattos, presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem). Ele afirmou que as reivindicações foram pensadas para o ano e para o masterplan da cidade, que são as propostas para 2047, quando Maringá completa 100 anos. “A conquista da reunião é a integração entre o poder público e a sociedade organizada. O que aconteceu hoje é que temos demandas, uma lista de prioridades, e que o governador precisa conhecer”, disse ele.


ASSESSORIA
Perguntei aos deputados estaduais sobre as suas equipes de assessoria. O primeiro a me responder formalmente, com todos os nomes, foi om deputado Do Carmo.
A equipe ser formada assim:
• Antonio Marcos - Articulação Política - Seguimentos Religiosos
• Audrey Souza - Administrativo
• Daniel Mattos - Gestão Política - Região
• Fernanda Martins - Articulação Política e Agenda De Curitiba
• Gislaine Gandolfi - Gestão Política - Demandas Gerais
• Hiago Matiello - Comunicação e Imprensa
• Maria Carolina - Assessoria Jurídica de Curitiba
• Miguel Silva - Articulação Política - Área empresarial de Maringá
• Ricardo Mendes - Comunicação e Imprensa
• Tamirez Brilhadori - Assessoria Jurídica de Maringá
• Tânia Perez - Articulação Política e Agenda de Maringá
• William Porfirio - Articulação Política


BLOCOS PARTIDÁRIOS, PARTIDOS E COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA
Terminou nesta quarta-feira, 6 de fevereiro, o prazo para que os deputados apresentassem à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa os requerimentos para formação dos blocos
parlamentares e a indicação dos líderes e vice-líderes das bancadas e dos blocos partidários. Foram requeridos registros para cinco blocos:
MDB/DEM, PSDB/PV, PR/PRB/PODE, PDT/PMN/PPL e PSL/PTB.
Sete partidos optaram por não formar blocos. Bancadas e blocos apresentaram os seus líderes e vice-líderes.


Até a próxima segunda-feira, 11 de fevereiro, os blocos e partidos devem concluir a indicação dos seus membros titulares e suplentes à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Ela é composta por 13 parlamentares, e tem a função de analisar a constitucionalidade e a legalidade das proposições submetidas ao Legislativo.


O bloco PSL/PTB, o maior da Assembleia nesta Legislatura, indicou dois deputados para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ): Delegado Francischini (PSL) e Tião
Medeiros (PTB). Os suplentes indicados são Emerson Bacil (PSL) e Luiz Fernando
Guerra (PSL).
O bloco MDB/DEM indicou Nelson Justus (DEM) como titular e Anibelli Neto como suplente.
O PROS indicou o deputado Homero Marchese como titular e o Soldado Fruet como suplente.
Os representantes do PT na comissão serão o deputado Tadeu Veneri, titular, e o Professor
Lemos, suplente.
O PP indicou a deputada Maria Victória como titular e Luiz Carlos Martins como suplente.
O bloco PDT/PMN/PPL indicou Marcio Pacheco.
Os representantes do bloco PR/PRB/PODE serão os deputados Delegado Jacovós, titular, e Alexandre Amaro como suplente.
Os líderes apresentados pelos partidos são os seguintes:
Liderança do Governo. Líder: deputado Hussein Bakri (PSD)
Liderança da Oposição. Líder: deputado Tadeu Veneri (PT). Vice-líder: deputada Luciana Rafagnin (PT).
PSD. Líder: deputado Mauro Moraes (PSD). Vice-líder: deputado Cobra Repórter (PSD).
PSC. Líder: deputado Reichembach (PSC). Vice-líder: deputada Cantora Mara Lima (PSC).
PSB. Líder: deputado Tiago Amaral (PSB). Vice-líder: deputado Artagão Júnior (PSB).
PT. Líder: deputado Professor Lemos (PT). Vice-líder: deputado Arilson Chiorato (PT).
PPS. Líder: deputado Douglas Fabrício (PPS). Vice-líder: deputada Cristina Silvestri (PPS).
PROS. Líder: deputado Soldado Fruet (PROS). Vice-líder: deputado Homero Marchese (PROS).
PP. Líder: deputada Maria Victória (PP). Vice-líder: deputado Luiz Carlos Martins (PP).
Bloco PSL/PTB. Líder: deputado Do Carmo (PSL). Vice-líderes: deputados Delegado Fernando (PSL) e Emerson Bacil (PSL).
Bloco PSDB/PV. Líder: deputado Michele Caputo (PSDB). Vice-líderes: deputados Soldado Adriano José (PV) e Paulo Litro (PSDB).
Bloco MDB/DEM. Líder: deputado Anibelli Neto (MDB). Vice-líder: deputado Nelson Justus (DEM).
Bloco PR/PRB/PODE. Líder: deputado Alexandre Amaro (PRB). Vice-líderes: deputados Delegado Jacovós (PR) e Galo (PODE).
Bloco PDT/PMN/PPL. Líder: deputado Goura (PDT) - Jorge Gomes de Oliveira Brand. Vice-líder: Marcio Pacheco (PPL).


 

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo