Política

Maringá

Eleições e fake news serão debatidas em palestra na Câmara

Publicado por Redação GMC, 08:12 - 06 de Setembro de 2019

“Fake news e assessoria de imprensa nas eleições 2020” é o tema da palestra que o jornalista Erikson Rezende realizará na Câmara de Maringá, na próxima segunda-feira (9), às 15 horas. Segundo ele, o volume de notícias falsas produzidas e compartilhadas pela internet é algo preocupante porque atingem negativamente a imagem da pessoa, que vira alvo das mensagens.


“O papel da imprensa na orientação dos cidadãos envolvidos nessa rede é fundamental. Durante a palestra, vou sugerir algumas dicas para o internauta identificar as fake news como, por exemplo, descobrir se o site utilizado é de confiança e a fonte citada é verdadeira”, explicou o palestrante, que é especialista em Oratória.


Para convencer o receptor da mensagem, os autores de fake news reproduzem com detalhes minuciosos o visual de sites de notícias. O objetivo do evento é alertar jornalistas e assessores políticos para o risco crescente a cada novo pleito eleitoral.


“Vamos discutir a importância da notícia bem apurada, divulgada pelos veículos de comunicação, os prejuízos que uma fake news pode causar na sociedade, os perigos ao compartilhar esse tipo de material sem antes se perguntar ‘a quem interessa tal informação e se tem mesmo veracidade’, e como identificar uma fake news”, completou.


Trajetória


Rezende é repórter, em Maringá, e já atuou como editor de TV, professor universitário e assessor de imprensa.


Mais informações sobre o evento poderão ser obtidas com a Escola Legislativa da Câmara Municipal, pelo telefone: (44) 3027-4148.

Bloco de Imagem

“Fake news e assessoria de imprensa nas eleições 2020” é o tema da palestra do jornalista Erikson Rezende. Foto: Divulgação

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo