Fechar

Policial

em Curitiba

Polícia prende suspeito de ser o 'maníaco do Sandero'

Publicado por Banda B, 07:51 - 07 de Janeiro de 2020

Um homem, de aproximadamente 50 anos e suspeito de ser o criminoso que ficou conhecido como “maníaco do Sandero”, foi preso por uma equipe do 13ª Batalhão da Polícia Militar, no final da tarde desta segunda-feira, 6, na Avenida Brasília, no bairro Xaxim, em Curitiba.


A prisão aconteceu após uma vítima ter sido importunada sexualmente pelo indivíduo, anotado a placa do veículo utilizado por ele e avisado as autoridades. Segundo informações da PM, o homem preso foi reconhecido pela vítima e seria motorista de aplicativo.


De acordo com o tenente Voltolini, o carro conduzido pelo suspeito tem as mesmas características do usado pelo maníaco.


“Uma ligação para o 190 feita por uma vítima que informou ter sofrido uma importunação sexual de um indivíduo em um Sandero prata e que conseguiu anotar a placa do veículo nos levou até o suspeito. As viaturas patrulhavam atentamente, localizaram o carro na altura da avenida Brasília, fizeram o acompanhamento e conseguiram abordar o suspeito”, relatou o tenente.


Mesmo com as semelhanças do veículo e com o retrato falado do maníaco divulgado pela polícia, ainda não é possível afirmar que se trata da mesma pessoa.


“Poder ser ele, mas não é certeza. O homem detido aqui hoje é única e exclusivamente por essa questão da importunação a essa vítima. Por conta da similaridade do veículo e do indivíduo com o retrato falado, houve interesse da Delegacia da Mulher em ouvir as partes”, esclareceu Voltolini que contou ainda que o suspeito teria acompanhado a mulher no trajeto até um mercado fazendo gestos obscenos com as mãos e boca.


Maníaco do Sandero


O apelido foi dado nos último dias a um suspeito que teria atacado várias mulheres desde o dia 19 de dezembro, com um veículo do modelo da Renault de cor prata. Até esta segunda-feira, o que se sabia é que pelo menos duas das vítimas conseguiram escapar da ação do assediador. Já uma jovem, moradora do Jardim Social, foi levada ao carro e estuprada. Desde então, as equipes de investigação da Delegacia da Mulher trabalham para prender o suspeito e inclusive divulgaram um retrato falado, feito com base em depoimentos das vítimas.


O último caso que se teve notícia aconteceu no dia 23 de dezembro. Uma universitária de 20 anos teve a ajuda da mãe, quando voltava do shopping, e conseguiu fugir da abordagem do homem. A reportagem conversou com a mãe da garota, que trouxe detalhes sobre os momentos de terror vividos pela filha.


Leia a notícia completa na Banda B.

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação/Banda B

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo