Fechar

Policial

Maringá

'Maníaco da Torre' é condenado a 23 anos e 4 meses de prisão

Publicado por Luciana Peña/CBN Maringá, 11:12 - 06 de Dezembro de 2019

Bloco de Imagem

Roneys Fon Firmino. Foto: Reprodução/Oseias Miranda

Por 4 votos a 1, Roneys Fon Firmino, conhecido como Maniáco da Torre, foi condenado a 23 anos e 4 meses de prisão pela morte de Silmara Aparecida de Melo, assassinada em 2012. O júri popular teve início na manhã desta quinta-feira, 5, e só terminou à noite. A defesa diz que vai recorrer.


Roneys já tinha sido condenado em março deste ano há 21 anos de prisão pela morte de outra mulher. Edinalva José da Paz, assassinada em 2010. Ele responde a seis processos, mas é suspeito de ter matado pelo menos 13 mulheres.


Segundo os advogados dele, Roneys só assume quatro crimes. A defesa de Roneys vai recorrer da decisão, diz o advogado Willian Francis.


"Vamos recorrer e ver se a gente consegue demonstrar ao Tribunal que houve uma decisão contrária à prova do processo, que não tinha sustentação", disse.


Ouça a entrevista completa na CBN Maringá.


Em março, Roneys vai passar por um exame de sanidade mental. O pedido foi feito pela defesa que não ficou satisfeita com os exames que já tinham sido feitos por psicólogos. O novo exame será feito por psiquiatra.


A CBN não conseguiu contato com o Ministério Pùblico para comentar o resultado do julgamento. Mas nessa quinta-feira a Promotoria em entrevista coletiva disse que o conjunto de provas contra Roneys é bastante robusto.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo