Policial

Feminicídio

Empresário de Mandaguari é preso por matar mulher em motel

Publicado por Letícia Tristão e Carina Bernardino/CBN Maringá, 14:08 - 13 de setembro de 2018

Um homem de 29 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil de Mandaguari (a 30 quilômetros de Maringá), suspeito de matar uma profissional do sexo em um motel de Sarandi.


O crime ocorreu na tarde dessa quarta-feira (12), após um programa. A jovem de 30 anos foi morta asfixiada com a toalha do estabelecimento e o corpo dela foi deixado numa estrada rural de Mandaguari.


Moradores de um sítio encontraram o cadáver e avisaram a polícia. Próximo ao corpo estava à toalha com a marca do motel. No local, por meio das imagens de câmeras de segurança, foi possível chegar ao suspeito por meio da placa do carro identificada no motel.


Segundo o delegado responsável pelo caso, Zoroastro Nery do Prado Filho, o homem foi preso na casa dele, onde, inicialmente negou o crime. Só na delegacia ele assumiu o assassinato.


O empresário de Mandaguari deve responder por dois crimes: feminicídio e ocultação de cadáver.


Peritos recolheram material genético da vítima e do suspeito para comprovar se houve relação sexual. A toalha encontrada ao lado do corpo também passará por perícia. Segundo o delegado, o comerciante detido em flagrante não tem passagens pela polícia.



Ouça reportagem da CBN Maringá.



Reportagem atualizada às 16h30 para complemento de informações.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo