Fechar

Policial

Maringá

Acusado de matar estudante não é levado para exame de sanidade mental

Publicado por Luciana Peña/CBN Maringá, 13:22 - 19 de Agosto de 2019

Bloco de Imagem

Estudante Oriovaldo José da Silva Filho foi morto após ser atacado a facadas. Foto: Reprodução/Facebook

Acusado de crimes não é levado para exame de sanidade mental. Osvaldo Pereira Júnior, que responde processo pela morte do estudante Oriovaldo José da Silva Filho e por duas tentativas de homicídio, faria nesta segunda-feira (19), um exame de sanidade mental no Hospital Universitário (HU) de Maringá. Mas de acordo com o hospital, a consulta agendada não foi realizada.


Osvaldo está preso na Penitenciária Estadual de Maringá (PEM). A CBN entrou em contato com a PEM, mas não conseguiu falar com o diretor da unidade. A reportagem também entrou em contato com a assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública do Paraná e aguarda um retorno.

Bloco de Imagem

Faca usada no crime. Foto: PM

O HU atende uma vez por semana, às segundas-feiras, os pedidos especiais da área psiquiátrica feitos por instituições. Neste caso, o laudo psiquiátrico é necessário para a continuidade do processo que foi suspenso pela Justiça.


No dia 17 de março deste ano, Osvaldo atacou com uma faca estudantes em um pensionato na Zona 07. Oriovaldo, estudante de mestrado da UEM, morreu; e outros dois estudantes ficaram feridos – relembre o caso.

Bloco de Imagem

Pensionato onde Oriovaldo e outros dois jovens foram atacados, na Zona 7. Foto: Google Street View

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo