Fechar

Paraná

Duplicação

Trecho da PR-323 vai ser novamente interditado para detonação de rocha

Publicado por Redação GMC, 16:06 - 11 de Setembro de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Arquivo/Agência Estadual de Notícias

A PR-323 será interditada pela terceira vez nesta quinta-feira (12), das 15h às 16h, para nova detonação de rocha no km 161, após o município de Paiçandu e antes do distrito de Água Boa. Após o procedimento serão feitos os serviços de limpeza da pista e acostamentos para liberar o tráfego na sequência.


O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) recomenda que os motoristas utilizem as seguintes rotas alternativas:


Para Doutor Camargo: sair de Maringá pela PR-317 até a PR-551, passar por Ivatuba e continuar na rodovia até chegar em Doutor Camargo.


Para Cianorte: sair de Maringá pela PR-317 até Engenheiro Beltrão e seguir pela PR-082 até Cianorte.


Para Umuarama: sair de Maringá pela PR-317 e continuar pela PRC-158 até Campo Mourão. Seguir pela BR-487 até Cruzeiro do Oeste, retornando à PR-323 até Umuarama.


Para São Jorge do Ivaí: sair de Maringá pela BR-376 sentido Mandaguaçu, seguir pela PR-552, passando por Ourizona e continuar até São Jorge do Ivaí.


DUPLICAÇÃO - A detonação está prevista na obra de duplicação da PR-323, entre Paiçandu e Doutor Camargo, um investimento de R$ 73,4 milhões, com conclusão prevista para outubro de 2020.


A empresa responsável vai analisar a situação da rocha e agendar novas detonações, conforme a necessidade. A realização dos serviços em várias etapas tem o objetivo de garantir a segurança dos trabalhadores e evitar danos à infraestrutura existente.


Já foram feitas duas detonações de rocha no trecho previamente, mas no Km 159, nos dias 28 de agosto e 02 de setembro.


Por Agência Estadual de Notícias

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação/Agência Estadual de Notícias

Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui, e encaminhe uma mensagem informando o seu nome.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo