Fechar

Paraná

Umuarama

Presos por não pagar pensão alimentícia deviam até R$17 mil

Publicado por Monique Manganaro, com informações de Luciana Peña , 09:41 - 01 de Agosto de 2018

Os seis homens presos em Umuarama (a 164 quilômetros de Maringá) por não pagamento de pensão alimentícia deviam, segundo a Polícia Civil, de R$ 2 a R$ 17 mil. A quinta fase da Operação Abba cumpriu 11 mandados de prisão na manhã dessa terça-feira (31), mas apenas seis pessoas foram encontradas.


De acordo com o delegado Osnildo Lemes, ações como essa têm caráter educativo, já que levam outros devedores a se apressarem para saldar as dívidas. “Aqueles que devem, mas que ainda não têm mandados de prisão expedidos, já comparecem imediatamente à Vara de Família para saldar as suas dívidas. Mesmo aqueles que ainda respondem, ou estão em acordo com a pensão alimentícia, também se apressam em resolver a situação”, comentou o delegado.


Segundo ele, caso os seis presos na operação paguem as dívidas de pensão junto à Vara de Família, eles poderão ser soltos imediatamente.


Os presos agora permanecem à disposição da justiça na Cadeia Pública de Umuarama.


Continue lendo notícias de todo o estado clicando aqui

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo