Fechar

Paraná

Corpus Christi

PRE: feriado tem 22 acidentes e nenhuma morte nas estradas da região

Publicado por Monique Manganaro, com Assessoria de Imprensa , 10:02 - 24 de Junho de 2019

Apesar dos 22 acidentes ocorridos entre a tarde de quarta-feira (19) e a noite deste domingo (23), nenhuma morte foi registrada nas rodovias estaduais da região de Maringá. Os números são da 4ª Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (PRE), que reforçou o policiamento nas estradas durante o feriado de Corpus Christi.


De acordo com a PRE, os 22 acidentes deixaram, no total, 21 pessoas feridas, o que representa aumento de 40% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando 15 pessoas se feriram. Uma pessoa foi atropelada.


Pouco mais de 300 motoristas foram autuados durante a operação e 609 foram submetidos ao teste do bafômetro. 15 veículos este ano ficaram retidos.


Rodovias federais


Nas estradas da região fiscalizadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma morte foi registrada durante a operação de Corpus Christi. O acidente aconteceu na noite de quinta-feira (20), na BR-376, em Marialva (a 29 quilômetros de Maringá). Um advogado maringaense morreu.


Em todo o Paraná, a PRF flagrou 395 manobras proibidas de ultrapassagem; outros 72 motoristas foram autuados por dirigir sob efeito de bebidas alcoólicas; e mais de 4,6 mil veículos tiveram as placas capturadas por radares, por estarem acima dos limites máximos de velocidade.


No estado, ao todo, sete pessoas morreram, conforme números da PRF. Foram 97 acidentes que deixaram 116 feridos.

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal

Perfil dos acidentes fatais, segundo a PRF


Todas as sete mortes registradas pela PRF no Paraná ocorreram em situação de pista seca. Seis delas, em trechos de reta.


Desatenção, excesso de velocidade, ultrapassagem indevida, sono e desobediência à sinalização foram as causas dos acidentes fatais, conforme as equipes da PRF que atenderam as ocorrências.

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo