Fechar

Paraná

Movimento

Páscoa: rodovias devem receber 25% mais veículos

Publicado por Redação GMC, 10:08 - 17 de Abril de 2019

Bloco de Imagem

Diferente de outras datas comemorativas o aumento de tráfego será uniforme. Foto: Divulgação

Esta semana será a mais movimentada do ano nas rodovias da região. A previsão é da concessionária Viapar, empresa responsável pela administração de trechos da BR-376, BR-369, BR-158, PR-986, PR-317 e PR-444 – localizados no Norte, Noroeste e Oeste do Paraná. A estimativa é que o fluxo de veículos seja 25% maior em função da Páscoa.


Diferente de outras datas comemorativas, de acordo com o supervisor do Centro de Controle e Operações (CCO) da empresa, Ronaldo Parpinelli, o aumento de tráfego será uniforme. “Todos os segmentos deverão receber um grande número de veículos. Para que a viagem não seja interrompida é importante que, antes de pegar a estrada, os usuários revisem os veículos e programem a saída”, orientou.


Para isso a concessionária dispõe de um site onde é possível visualizar o fluxo e as condições do clima. “As estradas já devem começar a receber mais usuários na tarde de quinta-feira (18), na sexta-feira (19) durante todo o dia e no retorno, no domingo (21), à partir das 15 horas”, projetou Parpinelli, orientando para que “estes períodos sejam evitados”.


E para que a viagem seja ainda mais prazerosa a Viapar dispõe de várias unidades do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) que oferecem local para descanso climatizado, banheiros, fraldário, água geladinha, internet e uma atendente para esclarecer dúvidas. Além disso, os usuários podem solicitar guincho ou socorro médico pelo 0800 601 6001. As equipes ficam de prontidão durante as 24 horas.


Serviço


As unidades do SAU da concessionária estão localizadas em Floresta (km 127 da PR-317), Arapongas (km 178 da BR-369), Presidente Castelo Branco (km 148 da BR-376), Campo Mourão (km 377 da BR-369), Ubiratã (km 447 da BR-369), Corbélia (Km 493 da BR-369) e Mandaguari (Km 200 da BR-376).

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo