Fechar

Paraná

Paiçandu

Marginal onde ciclistas foram atropelados é pouco iluminada

Publicado por Luciana Peña/CBN Maringá , 09:36 - 15 de Maio de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Google Maps/CBN Maringá

Os dois ciclistas que morreram atropelados no fim da tarde desta terça-feira (14), na marginal da PR-323, em Paiçandu (a 21 quilômetros de Maringá), poderiam estar fora da ciclovia por falta de iluminação no local. A probabilidade foi levantada depois que o acidente aconteceu e a Polícia Militar (PM) constatou que os ciclistas trafegavam foram da ciclovia no momento do atropelamento.

Para o prefeito de Paiçandu, Tarcísio Marques, ouvido pela reportagem da rádio CBN Maringá, a iluminação é suficiente. O problema é o vandalismo.


O ouvinte da CBN Edson José da Silva diz que a iluminação no trecho que pertence a Maringá tem vários postes sem luz. Ele inclusive já reclamou no 156. “[São] mais de 30 postes com iluminação queimada, mais ou menos”, afirma.


Ouça a reportagem


A CBN entrou em contato com a Prefeitura de Maringá para saber sobre a iluminação no trecho que pertence à cidade. A reportagem também entrou em contato com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), que explicou que a ciclovia foi construída pelo estado, mas a iluminação é responsabilidade das prefeituras. Isso é determinado pela Constituição, pela Advocacia Geral da União e pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Anel). Centenas de trabalhadores fazem o trajeto Maringá a Paiçandu todos os dias e muitos usam bicicleta.


Os ciclistas mortos trabalhavam em Maringá e estavam voltando de bicicleta para casa em Paiçandu na noite do acidente.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo