Fechar

Paraná

Acidente na BR-376

Corpo de professor é encontrado perto de carro que caiu em ribanceira

Publicado por Nailena Faian, 16:28 - 25 de Novembro de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação/PRF

O corpo de um professor de 55 anos foi encontrado a 25 metros de distância de um carro que caiu em uma ribanceira às margens da BR-376, perto de Cornélio Procópio (a 177 quilômetros de Maringá), na manhã desta segunda-feira (25).


De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), tudo indica que a vítima, identificada como Alessandro Roberto Sotille, seja condutor do Toyota Corolla.


Segundo a PRF, o veículo seguia sentido Cornélio Procópio quando saiu da pista e caiu na ribanceira, capotando em seguida. Existe a possibilidade da vítima ter sido ejetada ou ter conseguido sair do carro caminhando.

Bloco de Imagem

Vítima tinha 55 anos. Foto: Reprodução/Facebook


“Como o corpo foi encontrado fora do carro a uma distância aproximada de 25 metros, aliado ao fato de ter sido encontrada a chave do automóvel no bolso, infere-se que o condutor saiu do veículo pelo vidro traseiro e tentou chegar na rodovia buscando auxílio, porém repousou em meio a baixa vegetação local, sendo a equipe de socorristas da Econorte acionada somente por volta das 7h30, não sendo possível aferir qual o motivo que levou ao desencadeamento do acidente. Mas também existe a possibilidade de ter sido ejetado. O fato da chave estar no bolso indica se tratar de um veículo com partida por botão start/stop (chave apenas presencial)”, explicou a corporação.



A Polícia Civil esteve no local e realizou os procedimentos necessários. O corpo foi encaminhado para a funerária de Cornélio Procópio.


A vítima era professor de educação física e dono de uma escola de natação na cidade.


Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui, e encaminhe uma mensagem informando o seu nome.

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação/PRF

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo