Fechar

Paraná

Passeio

4 prainhas que ficam a até 200 km de Maringá para curtir o calor

Publicado por Nailena Faian, 08:40 - 01 de Novembro de 2019

Com o calor ultrapassando os 30ºC diariamente, as prainhas da região já começam a ser bastante visitadas nos fins de semana e feriados. Por isso, o GMC Online listou prainhas que ficam a até 200 quilômetros de Maringá. É para curtir o calor e se refrescar nas águas dos rios! Confira as atrações de cada uma delas e veja também orientações do Corpo de Bobeiros sobre nadar nesses locais. 


Porto Maringá, em Marilena



Localizada a 153 quilômetros de Maringá, o Porto Maringá fica em Marilena. Na prainha há o encontro dos rios Paraná e Paranapanema.


O local tem pousadas, lanchonetes, restaurantes e quiosques à beira do rio.  As belezas naturais chamam atenção e atraem muitos visitantes. 


Fotos: Reprodução/Facebook

Bloco de Galeria

As prainhas de Querência do Norte



Um dos principais atrativos de Querêcia do Norte, cidade localizada a 200 quilômetros de Maringá, são suas ilhas e praias de água doce. 


Segundo a Rede de Turismo Regional (Retur), o município tem  66 Km de margens de Rio Paraná, com cinco portos: Felício, Natal, Dezoito, Brasílio e Floresta. Ambos são denominados de Portos da Cordialidade por ter os serviços quase exclusivamente para o turismo.


Há diversas pousadas que possibilitam várias experiências além do banho nas prainhas. Tem cavalgada, esportes radicais, trilhas, cachoeiras, pesca, entre outros. 


Fotos: Divulgação/Retur

Bloco de Galeria - Querência

Prainha de São Carlos, em Água Boa



Uma opção bem pertinho de Maringá é a Prainha de São Carlos, localizada em Água Boa, no distrito de Paiçandu. O local popularmente conhecido como prainha oferece uma grande piscina de água mineral. A entrada custa R$ 25 por pessoa. 


Outro atrativo são os quiosques que devem er reservados antecipadamente por R$ 50. 


Fotos: Reprodução/Facebook


 


 

Bloco de Galeria

Porto Rico



Em Porto Rico (a 170 quilômetros de Maringá) são oito prainhas e diversão garantida com esportes aquáticos. São aproximadamente 28 quilômetros de margem do Rio Paraná. 


Lá é possível nadar, fazer passeios de barco, lanchas e praticar pesca esportiva.


Fotos: Divulgação 

Bloco de Galeria

Cuidados na hora da diversão


Se refrescar nesse calor é muito bom, mas até o lazer precisa de cautela. Por isso, o Corpo de Bombeiros recomenda que as pessoas só nadem em locais onde há bombeiros ou guarda-vidas civis.



“Apesar disso, a gente sabe que muitos nadam onde a corporação não está presente. Por isso, é importante ressaltar que rios e lagos são meios aquáticos que os fundos se alteram muito. É preciso tomar cuidado, principalmente se for saltar. Pular pode machucar, gerar uma lesão grave na coluna. É preciso tomar muito cuidado", ressalta o tenente Pedro Seki.



Ele também lembra que crianças só devem nadar se estiverem sob a supervisão de um adulto. E o alerta não é só para a diversão em rios, mas na piscina também.



“É importante lembrar que grande porcentagem dos afogamentos hoje em dia não acontecem em mares e nem em rios, mas em piscinas, dentro de casa, principalmente com criança. Por isso a criança precisa sempre ser supervisionada. Quando não tiver ninguém por perto, a piscina precisa estar cercada, impossibiltando o acesso dela."


Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo