Fechar

Geral

retoque visual

Honda e Toyota vão mudar a cara dos seus campeões de venda no Brasil

Publicado por Folhapress, 10:32 - 19 de Agosto de 2018

Os automóveis mais vendidos das marcas japonesas no Brasil estão perto de receber mudanças.


A primeira novidade será o retoque visual feito pela Honda no HR-V, que será apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro.


Não será uma alteração radical: o novo desenho do utilitário compacto vai seguir o que foi feito na versão vendida nos Estados Unidos, que acaba de ser remodelada.


A principal diferença está na parte frontal, que receberá uma barra cromada no meio da grade, similar à usada nos sedãs City e Civic. Os faróis terão uma nova disposição das luzes, mas o formato permanecerá o mesmo.


As vendas do HR-V reestilizado só devem começar no primeiro semestre de 2019, já como modelo 2020. A versão atual teve 26,6 mil unidades vendidas no primeiro semestre deste ano.


Na Toyota, a transformação será bem mais radical. A montadora já iniciou os testes no Brasil da próxima geração do Corolla.


O sedã médio mais vendido do país (33 mil emplacamentos de janeiro a julho) terá uma nova plataforma, a mesma utilizada pelo automóvel híbrido Prius, que concilia motores a gasolina e elétrico.


A nova geração do Corolla foi apresentada nos EUA em março, mas apenas com carroceria hatch. A dianteira do modelo nacional deverá seguir o mesmo padrão, com grade ocupando boa parte do para-choque frontal e faróis mais estreitos.


Por dentro, Corolla terá tela sensível ao toque no topo do painel. O quadro de instrumentos também será modernizado e deverá ganhar mais elementos digitais.


O motor 2.0 passará por evoluções para consumir menos. A versão atual obteve bom resultado para sua categoria no teste Folha-Mauá, com média de 15,8 quilômetros por litro na estrada com gasolina.


O início das vendas do novo Corolla ainda está distante. A marca japonesa deve lançar o carro entre 2020 e 2021.
A chegada do modelo vai possibilitar também a produção do Prius no Brasil. A montadora já apresentou a versão flex de seu carro híbrido, capaz de combinar gasolina, etanol e eletricidade.


A nova versão do modelo menos poluente deve estrear em 2019, ainda vindo do Japão.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo