Fechar

Geral

Tragédia

Filho de ex-goleiro do Coritiba morre após ser atingido por armário

Publicado por Folhapress, 07:59 - 16 de Novembro de 2018

Bloco de Imagem

Lucca, de apenas 6 anos, que sofreu acidente doméstico no início da semana. Foto: Arquivo Pessoal

O ex-goleiro do Cruzeiro e do Coritiba, Elisson Aparecido Rosa, confirmou na noite desta quinta-feira (15) a morte do filho Lucca, de apenas 6 anos, que sofreu acidente doméstico no início da semana. "Com muita dor no meu peito, venho comunicar oficialmente o falecimento do meu filho amado Lucca. Nosso anjo voltou para a casa e está com Deus. Ele deixará lembranças e saudade. É um amor inexplicável que hoje está afogado em dor. Mas cremos que foi a vontade soberana, perfeita e agradável de Deus", escreveu.


"Eu e minha esposa Gisele agradecemos a todos os familiares e amigos pelo apoio. Sem vocês não teríamos conseguido passar por tudo. Também quero agradecer ao Hospital Regional de Betim e todos os seus funcionários pelo excelente trabalho e dedicação com o nosso pequeno", acrescentou.


"E, por fim, agradecemos a Deus por nos permitir a viver por anos com o menino mais querido do mundo. Deus me deu. Deus me tomou. Bendito seja o nome do nosso senhor. Atenciosamente, Elisson", finalizou.


Além de Elisson, o Cruzeiro também emitiu um comunicado para lamentar o ocorrido. O Hospital Regional de Betim, consultado pela reportagem, preferiu não dar mais informações sobre a morte do pequeno Lucca. O último boletim divulgado dizia que o menino estava em coma profundo.


O filho de Elisson foi internado no último sábado (10) depois de ser atingido por um armário no sítio onde estava com a família, na cidade de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte.


Segundo relato do jogador, o menino teria se apoiado em um armário para pegar um refrigerante. O móvel não suportou o peso e virou sobre ele. Lucca entrou em coma profundo e não resistiu aos ferimentos nesta quinta (15).

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo