Fechar

Maringá

Maringá

Vestibular UEM: Lei Seca começa a valer na sexta-feira

Publicado por Nailena Faian, 16:41 - 04 de Dezembro de 2019

Em razão da realização do Vestibular de Verão 2019 da Universidade Estadual de Maringá (UEM) no próximo fim de semana, passa a valer a partir desta sexta-feira (6) a Lei Seca. Isso quer dizer que a comercialização e consumo de bebidas alcoólicas estão proibidos no entorno da UEM e dos locais onde as provas serão realizadas.


De acordo com a Polícia Militar, a fiscalização começa a partir das 18h de sexta-feira e segue até às 19h de segunda-feira (9). Na UEM vai ocorrer no quadrilátero compreendido entre a Avenida Colombo, Rua Vitória, Avenida Morangueira e Rua Quintino Bocaiúva, onde se concentra grande parte dos estudantes que prestam o vestibular.


Conforme a Lei Seca (Lei nº 8054/2008), donos de lanchonetes, bares e restaurantes que forem flagrados descumprindo a lei poderão ser multados em R$ 5 mil. Para os vendedores ambulantes a multa é de R$ 500. Se houver o flagrante de venda da bebida, a mercadoria será apreendida e os consumidores em vias públicas terão o produto apreendido e descartado.


Força-tarefa


Além da Polícia Militar, a Guarda Municipal, agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) e integrantes do setor de fiscalização da prefeitura estarão nas ruas para verificar se a lei está sendo cumprida.


Provas


O Vestibular de Verão 2019 da UEM será realizado domingo (8) e na segunda-feira (9), em Maringá e outras dez cidades paranaenses. O concurso recebeu 13.118 inscritos. As provas iniciam às 13h50, horário em que os portões se fecham e a entrada não é mais permitida. A orientação geral é que os candidatos cheguem aos locais de prova com, pelo menos, uma hora de antecedência.


Nos dois dias de exame, na entrada nas salas os estudantes devem apresentar documento original com foto, não podendo ser cópias digitais ou autenticadas. Além disso, cada candidato deve levar o próprio material, sendo canetas de cor azul com corpo transparente, lápis, lapiseiras e borrachas.


No domingo, a prova terá 40 questões objetivas de Conhecimentos Gerais, além da Redação. Na segunda-feira, serão dez questões objetivas de Língua Portuguesa; cinco de Literaturas em Língua Portuguesa; cinco de Língua Estrangeira; e trinta de Conhecimentos Específicos, cujas disciplinas variam conforme o curso escolhido.


No sábado haverá plantão de véspera na CVU, no Bloco 28 do câmpus sede da UEM, para atender os candidatos que queiram informações e orientações. O atendimento será feito das 8 às 18 horas, com intervalo para almoço das 11h30 às 13h30.


Vagas e locais de prova


Com a oferta de mais de 70 cursos de graduação, a UEM abriu 1.519 vagas para este vestibular, entre as quais 287 reservadas para cotas sociais, que beneficiam estudantes de baixa renda. As cotas para negros, aprovadas recentemente pela Universidade, passam a valer a partir dos concursos que serão realizados no próximo ano.


As provas deste concurso serão aplicadas das 13h50 às 19 horas em Maringá, Apucarana, Campo Mourão, Cascavel, Cianorte, Cidade Gaúcha, Curitiba, Goioerê, Ivaiporã, Paranavaí e Umuarama. Consulte os locais clicando aqui.


Com assessoria de imprensa da UEM


Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui, e encaminhe uma mensagem informando o seu nome.

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação/UEM

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo