Fechar

Maringá

Cardápio no "xadrez"

Chocolate, doce... veja como é a alimentação dos presos em Maringá

Publicado por Nailena Faian, 11:32 - 29 de Julho de 2018

Arroz, feijão, uma carne ou peixe e ainda dois acompanhamentos. Com essa variedade, parece até que você está em um restaurante, não é mesmo? Mas, na verdade, essa refeição é da Penitenciária Estadual de Maringá (PEM).


A PEM, localizada no limite de Maringá com Paiçandu, serve três refeições diárias. No café da manhã, os presos têm direito a pão com manteiga e café com leite. No almoço e no jantar, o prato de 720 gramas é composto por arroz, feijão e uma mistura (carne bovina, suína, frango ou peixe).


O cardápio ainda inclui dois complementos: salada, massa, empanados, almôndegas ou quibe. Bebidas como sucos ou refrigerantes não são fornecidas.


Os presídios não dispõem de refeitório, por isso todas as refeições são feitas na cela. A comida é preparada por uma empresa contratada por licitação. Em Maringá, a responsável é a Sabor & Art Industrial LTDA., que fica localizada na cidade.


A empresa tem nutricionistas em seu quadro de funcionários, uma exigência do processo de licitação. As três refeições fornecidas à PEM custam, diariamente, R$ 10,76 por preso. Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (Sesp), em 3 de julho, a PEM tinha 427 presos – a capacidade é para 430.


Considerando que esse número de detentos seja constante, por dia são desembolsados R$ 4.594,52 para bancar a alimentação. Em um mês com 30 dias são R$ 137.835,60.


Segundo a Sesp, na Casa de Custódia de Maringá (CCM), o esquema de alimentação é o mesmo. O que difere é o valor das refeições e a empresa fornecedora.


Visitas


Se você achou a alimentação dos detentos boa, saiba que ainda pode melhorar. Conforme a portaria n° 232 de 6 de junho de 2014, que institui procedimentos para a entrega de materiais e produtos aos presos nos estabelecimentos penais, nos dias de visita eles têm algumas regalias. Confira:


-6 barras de chocolate, sem recheio, de 200 gramas;
-2 pacotes de até 250 gramas de doces industrializados, tipo doce de leite, paçoca;
-2 latas de leite pó de até 500 gramas;
-2 pacotes de chocolate em pó de até 800 gramas;
-6 pacotes de bolachas de até 200 gramas, sem recheio e sem cobertura;
-8 pacotes de suco em pó, de 50 gramas; um pacote de farofa temperada, ou até 500 gramas;
-3 pães fatiados de até 500 gramas;
-3 pacotes de tempero em pó, tipo Sazón, de até 60 gramas;
-1 pote de margarina de até 500 gramas;
-1 frasco transparente de adoçante de até 100 ml;
-6 pacotes de café solúvel de até 250 gramas;
-1 pacote de açúcar de até 1 kg.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo