Fechar

Maringá

Bloco 27

'Vamos exterminar gays e negros' é rabiscado em banheiro da UEM

Publicado por Victor Simião/CBN Maringá, 19:07 - 30 de Outubro de 2018

Um banheiro próximo ao Bloco 27, dentro da Universidade Estadual de Maringá (UEM), amanheceu nesta terça-feira (30) com frase racista e homofóbica rabiscada. No local estava anotado o seguinte: “Família acima de tudo, Deus acima de todos. Chega de viadagem. Vamos exterminar gays e negros”.


As frases foram apagadas ainda na tarde desta terça-feira (30). Uma foto mostrando a frase foi compartilhada nas redes sociais.


Paulo Vitor, psicólogo integrante do coletivo Negro Yalodê-Badá, diz ter recebido a imagem sem grandes surpresas. Segundo ele, o racismo é constante dentro da instituição. Paulo Vitor diz que, desde que a UEM começou a discutir a questão das cotas raciais dentro da universidade, há pouco mais de um mês, estudantes negros têm recebido olhares de desaprovação. Na avaliação dele, a ação no banheiro não deve ser vista como algo isolado.


A professora do departamento de Ciências Sociais, Marivania Araújo, que também é uma das coordenadoras do Núcleo de Estudos Interdisciplinares Afro-brasileiros (Neiab), também não se diz surpresa. Na avaliação dela, a eleição de Jair Bolsonaro à Presidência da República, que durante anos manteve discurso considerado racista e homofóbico, é um dos motivos que levaram a divulgação de frases como a escrita na uem. Ela espera que casos como esse tenham punição.


A frase “Família acima de tudo, Deus acima de todos” é uma referência ao slogan de campanha utilizado pelo então candidato e agora eleio à Presidência, Jair Bolsonaro. O presidente eleito dizia Brasil acima de tudo, deus acima de todos.


Em nota, reitoria da UEM se diz indignada com rabisco racista. O texto informa que o reitor Julio Damasceno repudiou o acontecido e que isso é algo contrário ao ambiente universitário, que prevê pluralidade de ideias. Conforme a nota, o rabisco já teria sido apagado. Os autores não foram identificados.


Manifestações racistas e homofóbicas têm sido registradas no Brasil nos últimos dias.


Matéria atualizada às 9h20 desta quarta-feira para acréscimo da nota da UEM.

Bloco de Imagem

Foto: divulgação/UEM

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo