Fechar

Maringá

De carpintaria a ginásio

Saiba o que já funcionou no atual espaço do Shopping Avenida Center

Publicado por Monique Manganaro, com Maringá Histórica , 11:17 - 14 de Março de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Reprodução/Maringá Histórica

Antes de servir de espaço para o atual Shopping Avenida Center, inaugurado há 30 anos, o terreno localizado na esquina da Avenida São Paulo com a Avenida Mauá, no centro de Maringá, já foi ocupado por uma carpintaria e até por um ginásio de esportes.


Na década de 1940, segundo informações do projeto Maringá Histórica - portal que resgata fatos históricos do município -, a então Companhia de Terras Norte do Paraná utilizou um galpão que estava construído no local como depósito, oficinas e garagem para maquinários e veículos. Na década seguinte, a companhia instituiu uma carpintaria, que atendeu todo o comércio da cidade. 


Mas a ideia da administração municipal era dar outra finalidade ao espaço.


“A primeira tentativa de utilizar o prédio veio por iniciativa do então prefeito Américo Dias Ferraz (1956-1960) quando foi autorizado ao Executivo contratar a Construtora Linhares Ltda., de São Paulo, para reconstruir aquele galpão que seria destinado ao Mercado Público Municipal de Maringá”, explica o secretário de Cultura Miguel Fernando Perez Silva.


No entanto, antes que a obra fosse concluída, a construtora declarou falência e o projeto foi abandonado. Fatos apurados pelo Maringá Histórica dão conta que a construção, então, se transformou em um espaço onde crianças brincavam.


Somente anos depois, entre as gestões de Luiz Moreira de Carvalho (1964-1969) e Adriano José Valente (1969-1973), o pavilhão acabou se tornando o primeiro ginásio de esportes de Maringá. “A entrada ficava na Avenida São Paulo. Inicialmente, sua quadra era de concreto (depois foi aprimorada), e contava com estrutura completa para esportes (vôlei, futsal e basquete), além de apresentar arquibancadas de madeira.”


No local, grandes eventos foram realizados, além das primeiras partidas do Campeonato da Divisão Especial de Futebol de Salão de Maringá.


Entre 1973 e 1977, na gestão do ex-prefeito Silvio Barros, a ideia foi buscar ajuda do governo federal para que a Companhia Brasileira de Alimentos (Cobal) instalasse um “mercado” no terreno onde, até então, funcionava o ginásio de esportes. “Com o crescimento da cidade, esse mercado varejista foi transferido para a PR-317, em 1987, atual Ceasa”, afirma Silva.


Depois de dois anos, o espaço receberia novas construções para que fosse transformado, enfim, no atual Shopping Avenida Center.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo