Fechar

Maringá

Até 31 de janeiro

Prefeitura prorroga prazo para pagamento da primeira parcela do IPTU

Publicado por Redação GMC Online, 14:33 - 27 de Janeiro de 2020

A Secretaria da Fazenda de Maringá (SeFaz) prorrogou o prazo somente para pagamento da primeira parcela do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) no pagamento parcelado. O prazo que era no dia 24 de janeiro passou para o dia 31 de janeiro, na próxima sexta-feira. A guia para pagamento pode ser retirada na Praça de Atendimento do Paço Municipal ou pela internet no site da prefeitura. Já o desconto para quem pagar o imposto à vista é de 7% e vai até o dia 10 de fevereiro. Prefeitura já arrecadou R$ 53,4 milhões com o IPTU 2020.


O prorrogamento foi definido após SeFaz identificar um erro no código de barras de alguns lotes de guias. Ao passar pelo scaner, o código remetia o vencimento a 2019, inviabilizando o pagamento. Problema foi corrigido e pagamento pode ser feito agora.


Balanço


O desconto para pagamento à vista com 10% de desconto encerrou na última sexta-feira, 24. Agora o desconto à vista é de 7%. Foram arrecadados até a última quinta-feira, 23, R$ 53,4 milhões com o imposto, sendo 51,7 milhões somente com o pagamento à vista em 2020. Esse valor aumentará um pouco porque falta ainda computar valores pagos na sexta-feira, 24. Prefeitura contabiliza dados dos bancos e lotéricas onde contribuintes fizeram pagamento na sexta-feira.


A gerente de Tributos Imobiliários, Sonia Aparecida Tozo, comenta que o pagamento do IPTU à vista é um retorno e aval que população dá para a prefeitura. "Dinheiro que entra nos cofres da prefeitura é revertido em obras e melhorias que estão em andamento beneficiando diversos segmentos em todo município", comenta Tozo, completando que investimentos acontecem em setores como Saúde, Educação, entre outros.

Bloco de Imagem

Foto: Aldemir de Moraes/PMM

Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui, e encaminhe uma mensagem informando o seu nome.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo