Fechar

Maringá

Contrato

Prefeitura de Maringá abre nova licitação para publicidade

Publicado por Victor Simião, CBN Maringá, 20:56 - 20 de Agosto de 2018

A Prefeitura de Maringá publicou o novo edital da licitação para os serviços de publicidade no município. O certame é na modalidade concorrência, do tipo técnica e preço. O valor do contrato é de R$ 9 milhões  e a duração do contrato é de 12 meses, com a possibilidade de renovação.


Esta é a segunda vez que o município abre uma licitação para contratar uma agência. Em 2017, a prefeitura abriu uma no valor de R$ 7 milhões. Após uma sequência de disputas judiciais, o município cancelaou o certame.


Os interessados na nova licitação devem apresentar as propostas no dia 8 de outubro, às 9h, na Diretoria de Licitações, no Paço Municipal. A empresa vencedora terá, entre outras responsabilidades, a de gerenciar a publicidade da prefeitura: o que envolve campanhas, criação de arte, compra em espaço na mídia.


O edital pede, além de uma série de documentação, proposta técnica , com um plano de comunicação publicitária.


A licitação anterior da publicidade foi publicada no primeiro semestre de 2107. Várias rodadas do certame chegaram ser feitas. 12 agências participaram. Quando a prefeitura estava prestes a declarar uma vencedora, no fim do ano passado, já com uma série de atraso, a disputa foi levada ao Tribunal de Justiça do Paraná.


A disputa também foi para o Tribunal de Contas do Paraná.


Antes que houvesse algum julgamento, a prefeitura decidiu cancelar a licitação em julho deste ano. 


A licitação da publicidade é vista como uma das mais importantes porque serve para o município realizar campanhas como da dengue e outros serviços à população.

Bloco de Imagem

Foto: Marcio Naka/PMM

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo