Fechar

Maringá

mais caro

Preço do gás de cozinha vai subir em Maringá a partir desta sexta

Publicado por Nailena Faian, 18:26 - 04 de Abril de 2019

O preço do gás de cozinha vai subir em Maringá, anunciou, nesta quinta-feira (4), o Sinegás, sindicato que representa os revendedores do produto no interior do Paraná. “Vai aumentar imediatamente, acredito que amanhã já deve ter revendedor subindo o preço”, diz a presidente do sindicato, Sandra Ruiz.


O aumento vai ser repassado para o consumidor porque o botijão de 13 quilos de gás liquefeito de petróleo (GLP) residencial teve aumento, só neste ano, de 10% para as revendedoras, justifica o sindicato.



"As revendas não suportam mais esses aumentos sem que repasse para o consumidor. Estão cada dia mais descapitalizadas, tendo dificuldades de manter as portas abertas. Não temos mais como aguentar as sucessivas altas e a concorrência desleal com vendedores de gás clandestinos”, afirma Sandra.



Ela acredita que o preço para o consumidor final pode subir até 8%. De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em março o preço médio do gás de cozinha em Maringá era de R$ 77. Assim, com o aumento de 8%, o botijão iria para R$ 83,16.


Ezequiel Ribeiro é dono de uma revendedora e diz que a partir de amanhã já vai subir o preço do produto. “Não temos outro caminho a não ser ajustar. Se fossemos reajustar mesmo o que é passado para a gente, seria muito mais caro”, diz.


Na empresa dele, localizada no Jardim Novo Horizonte, o gás de cozinha estava sendo vendido a R$ 70, mas, nesta sexta-feira, vai passar a ser comercializado por R$ 75.


Em outras três revendas que a reportagem entrou em contato, o gás de cozinha era vendido hoje a R$ 78, R$ 79,90 e a R$ 80.

Bloco de Imagem

Foto: EBC

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo