Maringá

Passaringá

Parque do Ingá terá evento de observação de aves, inscreva-se

Publicado por Letícia Tristão, 17:09 - 10 de agosto de 2018

Quem já passeou pelo Parque do Ingá com certeza se deparou com um famoso pavão. Mas engana-se quem pensa que esta é uma das únicas aves do parque.


São mais de 70 espécies vivendo lá. Tem sabiá-laranjeira, sanhaço, bem-te-vi, pica-pau-de-cabeça-amarela, juruva-verde, beija-flor-tesoura e o dourado martim-pescador-grande, andorinha-do-rio, alma-de-gato, gralha-picaça... enfim, a lista é pra lá de grande.


Para ver de perto esses pássaros, alunos de Biologia organizaram o primeiro "Passaringá, um convite à observação de aves no Parque do Ingá". O evento será realizado dia 19 e é resultado de uma parceria entre a Prefeitura de Maringá e os cursos de Biologia da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e da Unicesumar.


A organizadora do Passaringá, Priscila Esclarski, explica que o objetivo é mostrar para as pessoas a quantidade de aves que existem no ambiente urbano, já que Maringá é rica em fragmentos florestais. “Observação de pássaros é uma prática difundida no mundo todo. Há muitos espaços assim dentro da cidade e queremos fazer a população desenvolver contato íntimo com as aves”, afirma.


Como será


Os inscritos no passeio serão divididos em grupos de, em média, 20 pessoas, e serão guiados em um percurso dentro do Parque do Ingá preparado para atrair pássaros. Biólogos estarão em alguns pontos explicando sobre a vida das aves na natureza e dando dicas para atrair uma ave diferente no quintal de casa.


Por fim, os grupos assistirão a uma palestra rápida sobre as aves que vivem no Parque do Ingá e a importância delas para a vida nativa, além de observarem uma exposição de fotos que o Clube de Observadores de Aves de Maringá (Cofam) vai disponibilizar. A visita deve durar em torno de meia hora.


Um dos membros do Cofam Wellington Carvalho diz que começou fotografar espécies no Parque do Ingá em 2014. Hoje, o arquivo dele tem cerca de 48 registros.


"Junto com os biólogos Fernando Ursen, Carla Pinotti Assumpção, Guilherme Altoé catalogamos 75 espécies no período de abril de 2014 até novembro de 2015. Sendo que destas 50 temos imagens e o restante por visualizações ou identificação do canto (áudio) delas. Sempre que posso volto ao parque em novas busca de registros”, diz.


Inscreva-se


A participação é de graça e a inscrição deve ser feita pela internet. O evento é aberto a todas as idades, mas crianças menores de 12 anos precisam estar acompanhadas.


O Passaringá será realizado no domingo (19), a partir das 8h no Parque do Ingá. A organização do evento pede que os inscritos usem calça comprida - para evitar possíveis picadas de insetos - e calçado confortável. Também é recomendado passar repelente. Binóculo e câmera são permitidos.


Veja abaixo uma seleção de fotos feitas no Parque do Ingá, por Wellington Carvalho/COFAM:

Bloco de Imagem

Juruva (Baryphthengus ruficapillus)

2

Biguatinga (Anhinga anhinga)

3

Ferreiro relógio (Todisrotrum cinereum)

4

Guaxe (Cacicus haemorrhous) e Juruva ( Baryphthengus ruficapillus )

5

Garças ( diversas ) chegando ao Parque do Ingá para dormir

6

Sai azul ( Dacnis cayana) fêmea

7

Socózinho (Butorides striata)

8

Sairá de papo preto (Hemithraupis guira) macho

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo