Fechar

Maringá

Maringá

Mercado constrói nova unidade em 114 dias e gera 600 empregos

Publicado por Redação GMC Online, 15:55 - 24 de Janeiro de 2019

O Atacadão inaugurou sua segunda loja em Maringá nesta quinta-feira (24). Foi a primeira das 20 novas unidades previstas para este ano. A loja, com 6,2 mil metros quadrados, fica no limite entre Maringá e Sarandi. Construída em 114 dias, a unidade atacadista vai gerar 600 empregos diretos. O prefeito em exercício, Edson Scabora, participou da solenidade e destacou o impacto do investimento na economia de Maringá e região.


“Maringá vive um novo ciclo. De paz e prosperidade. De investimentos, de geração de emprego, de estímulo ao desenvolvimento. Estamos diante da concretização dessa ideia de governo, que busca mover um ambiente integrado para potencializar negócios, gerar renda e emprego. Quando o público e o privado caminham, em harmonia, as coisas se resolvem mais rápido”, disse.


“A velocidade com que esse empreendimento foi erguido sublinhada a ousadia do grupo empresarial, com fortez raízes fincadas em Maringá”, disse Scabora, lembrando que a empresa nasceu na cidade na primeira metade da década de 1960, quando Alcides Parizotto, representante comercial, passou a vender produtos alimentícios oriundos de Minas Gerais, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Há quase 60 anos o atacadão mantém a loja na rua Fernão Dias.


Adquirida pelo grupo francês Carrefour em 2007, a rede Atacadão mantém o nome e se espalha pelo país, com 167 lojas, emprega 50 mil funcionários.


Construída sob um terreno de 36 mil metros quadrados, nas antigas instalações da Madereira Nicoletti, a nova unidade oferece um mix de produtos com 10 mil itens, distribuídos em 20 corredores. A loja oferece 345 vagas de estacionamento para motos e veículos. Até o fim de 2019, o grupo prevê inaugurar mais 20 unidades, sendo mais nove no paraná. A loja já está aberta ao público no sistema de atendimento de atacado e varejo.

Bloco de Imagem

Foto: Vivian Silva/PMM

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo