Fechar

Maringá

Saúde

Maringá já tem ao menos 21 casos de dengue confirmados em 2020

Publicado por Victor Simião/CBN Maringá, 10:42 - 16 de Janeiro de 2020

O ano mal começou e 21 casos de dengue já foram registrados em em Maringá. O dado da Secretaria Municipal de Saúde é considerado alarmante - ainda mais porque ainda não saíram os resultados dos exames feitos nesses últimos dias.


Em 2019, foram 1.125 casos confirmados da doença, e 4.457 notificações, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde. A pasta contabiliza dados anualmente, enquanto a secretaria estadual faz por temporada.


A gerente de vigilância de zoonoses e vetores de Maringá, Suelen Teixeira, diz que os números preocupam. E a população deve ser parte ativa no combate ao mosquito não deixando água parada e abrindo as casas para a visita dos agentes de saúde.


Ouça a entrevista.


Em 2019, duas pessoas morreram em decorrência da dengue em Maringá.


No Brasil


O número de casos de dengue registrados no Brasil em 2019 foi o segundo mais alto da série histórica, segundo o Ministério da Saúde. Os dados, de janeiro a 7 de dezembro, apontam 1,527 milhão de notificações, concentradas principalmente nas regiões Centro-Oeste e Sudeste. Quase dois terços das ocorrências foram em São Paulo, Minas e Espírito Santo. E a tendência é de que os registros continuem altos em 2020.


A série histórica do governo federal teve início em 1975. O ano passado fica atrás somente de 2015, quando houve quase 1,7 milhão de registros da doença no País, conforme o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), do ministério. Mas superou as notificações dos anos de 2017 e 2018, que registraram cerca de 239 mil e 266 mil casos prováveis da doença, respectivamente.


Com Agência Estado

Bloco de Imagem

Foto: Agência Brasil

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo