Fechar

Maringá

Economia

LOA 2019 prevê redução de 35% na secretaria de Cultura de Maringá

Publicado por Victor Simião/CBN Maringá, 18:42 - 24 de Setembro de 2018

Bloco de Imagem

Audiência Pública para apresentação da LOA foi realizada nesta segunda-feira (24). Foto: Victor Simião/CBN Maringá

Na apresentação da Lei Orçamentária Anual (LOA), que prevê orçamento de R$ 1,7 bilhão para 2019, a Secretaria da Fazenda exibiu a previsão de gastos de cada uma das secretarias municipais. A CBN acompanhou a reunião nesta segunda-feira (24).


A que mais teve redução foi a da Cultura. No orçamento deste ano, tem R$ 16,9 milhões; para o no que vem, a previsão é de R$ 10,8 milhões  - redução de 35,80%.


Depois, vem a Secretaria de Mobilidade Urbana: redução de 23%. Saindo de R$ 100 milhões neste ano para R$ 76,6 milhões para o ano que vem.


Na Secretaria da Mulher a redução é de 22%. Neste ano, com orçamento de R$ 3,5 milhões; no ano que vem vai ter R$ 2,7 milhões.


Na teoria, o gabinete do prefeito foi a área que mais teve redução no orçamento: de 60%, pois foi de R$ 24,5 milhões para R$ 9,7 milhões. Mas isso não se sustenta na pratica porque o que houve foi o remanejamento da Guarda Municipal.


Antes, os servidores da área eram ligados ao gabinete; agora, estão na Secretaria de Segurança Pública.


Em contrapartida, a Secretaria de Patrimônio e Logística teve aumento de 50% no orçamento; a Procuradoria Geral, de 30%.


A Assistência Social teve 0,01% de aumento, saindo de R$ 47.442.000 milhões para R$ 47.446.000 milhões.


Representantes da pasta e uma representante do conselho de assistência social pediram mais verbas para a área pois, segundo eles, é necessário mais dinheiro.


Na audiência, o secretário de Cultura, Miguel Fernando, se manifestou dizendo que se o valor for reduzido da forma como está na LOA, editais ofertados pela SEMUC serão parados.


Após a audiência, a CBN procurou o secretário. Ele não quis gravar entrevista, mas disse que reuniões serão feitas nesta semana para tratar do assunto. A expectativa dele é a de que o valor seja corrigido.


Em relação ao remanejamento de valores e os comentários feitos na audiência, o secretário de Fazenda, Orlando Chiqueto, disse, em entrevista à CBN,  que a decisão está na mão do prefeito Ulisses Maia.

A LOA tem de ser enviada à Câmara de Maringá até está quinta-feira (27). Lá, os vereadores podem fazer alterações e remanejamento de gastos, mas não podem apresentar emendas que aumentem as despesas do município.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo