Fechar

Maringá

Centro universitário

Crea-PR vai identificar se houve falha humana em queda de laje

Publicado por Redação GMC Online, 15:44 - 16 de Maio de 2019

A fiscalização do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) acompanhou, nesta quinta-feira (16), as movimentações de resgate do desabamento que ocorreu durante a construção de um prédio universitário de Maringá.


A laje pré-moldada do 5ª andar caiu, levando as lajes dos andares abaixo ao chão. A obra é da construtora Rotesma, que apresentou responsável técnico e, portanto, estava regular no Crea-PR. No local, foram coletadas informações para um relatório mais detalhado do acidente para a fiscalização da conduta ética do profissional responsável pela construção do bloco, além de outros profissionais responsáveis por outras etapas da obra.


Para o documento, o Crea-PR irá solicitar laudos sobre o acidente ao Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Polícia Civil. Fotos e vídeos também deverão ser anexados ao relatório final do órgão, que será enviado à Câmara Especializada do Conselho. A análise poderá identificar se houve falha humana do profissional que responde pela obra. Se isso for confirmado, o Engenheiro poderá sofrer advertência reservada ou pública e, em última instância, ter o registro profissional cassado pelo Crea.


Três pessoas se feriram no acidente, sendo dois operários e uma estagiária de Engenharia Civil, acadêmica da própria faculdade onde ocorreu o desabamento. Porém, a universitária não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital Santa Casa.

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação/Defesa Civil

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo