Fechar

Maringá

viajando pelo mundo

Casal maringaense já visitou 12 países; veja fotos e vídeos

Publicado por Nailena Faian, 10:00 - 22 de Julho de 2018

Bloco de Galeria

No aeroporto, aguardando o voo para Budapeste, capital da Hungria, os maringaenses Tiago Lopes e Andrea Schiavone, ambos de 35 anos, disseram ao portal GMC Online como está sendo a viagem pelo mundo.


O casal de namorados que largou emprego no auge da carreira, carro, casa e roupas iniciou a jornada em dezembro do ano passado com objetivo de visitar 60 países. Até agora, já conheceram 12.


Entre Tailândia, Malásia, Singapura, Indonésia, Vietnã, Camboja, Índia, Nepal, Noruega, Suécia, Finlândia e Rússia não há um país preferido para o casal maringaense. “Todo mundo pergunta, mas não tem como escolher, cada um tem sua especificidade. Até agora a Índia foi o lugar mais diferente em relação aos costumes. Lá tem muita gente, é uma loucura toda hora, muita sujeira também, mas foi maravilhoso, o povo é muito bom”, relata Andrea.


Em clima de Copa do Mundo, no mês de junho o casal foi para a Rússia e até tentou assistir a uma partida do Brasil, sem sucesso. Mas a viagem não foi perdida. Lá encontraram vários amigos brasileiros e se aventuraram pelos pontos turísticos.


No Nepal, fizeram trabalho voluntário. Na Indonésia, se impressionaram com o caldeirão de culturas e religiões. “A Escandinávia, Suécia e Finlândia têm uma sensação de segurança incrível, mas também são países caros e as pessoas são mais frias. Na Noruega também tem essa sensação de segurança. Lá é tudo muito limpo e silencioso. Ficamos 48 dias e sentimos falta das crianças gritando na rua como no Brasil”, brinca Tiago.

Perrengues


Viajar é muito bom, ainda mais quando é para o exterior, onde você se depara com realidades muito diferentes das quais está acostumado. Em virtude disso, perrengues são inevitáveis. No caso de Tiago e Andrea, as maiores dificuldades foram a língua e o clima.


“Na Índia tem muita poluição, tivemos que comprar uma máscara. Sobre a língua, a gente não tem medo de conversar, vamos nos virando. Nossa volta ao mundo não é somente para conhecer lugares, mas para conhecer pessoas, histórias”, diz Andrea.


Outro empecilho é a comida. Logo de cara, no primeiro país que visitaram, sofreram com a culinária local. “Em Bangcoc (na Tailândia) foi um grande choque, muito difícil comer lá. Já no Vietnã, que a gente não dava nada, era uma delícia”, lembra Tiago. “Em Camboja até comi inseto e larva, que é a cultura do povo de lá”, completa ele.


'42 em 2' e 'Eu Gostaria de'


Quando planejou a viagem pelo mundo, o casal tinha em mente executar dois projetos, o “42 em 2” e o “Eu Gostaria de”. O primeiro foi ideia do Tiago, que é personal trainner e ultramaratonista. A intenção é treinar e participar de corridas nos países pelos quais estão percorrendo.


A primeira corrida foi na cidade de Tromso, na Noruega. Fazendo zero grau, Tiago sofreu, mas completou 42 quilômetros. Já Andrea que nem praticava corrida, foi treinada pelo namorado e conseguiu realizar metade do percurso. “Foi minha primeira meia maratona, fiquei muito feliz porque não andei por um segundo, corri até o fim”, comemora ela.


O segundo projeto é inciativa dela e lembra a profissão de produtora que exercia antes da aventura. O “Eu Gostaria de” conta, pelas redes sociais, por meio de vídeos, histórias de pessoas que o casal conhece pelo caminho e as experiências que vivem.


Acompanhe


Conheça os países pelos quais o casal maringaense já passou. Tem canal no Youtube do "42 em 2" e do "Eu Gostaria de". Você também pode dar uma espiada no Instagram: @42em2 e @eugostariade.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo