Fechar

Maringá

Em Maringá

6 lugares 'secretos' ou inusitados de Maringá; VEJA LISTA

Publicado por Redação GMC Online, 10:50 - 05 de Janeiro de 2020

Gruta dentro do Parque do Ingá, construções de contêiner (incluindo uma casa de luxo), um prédio de janelas tortas. Estes são apenas alguns dos lugares "secretos" ou inusitados espalhados por Maringá. O GMC Online preparou uma lista com 6 destes locais que chamam a atenção e que você precisa conhecer. Confira:


"Casa na árvore"

Bloco de Imagem

Foto: Reprodução/Instagram

Uma foto publicada no Instagram chamou a atenção dos internautas maringaenses. Ela mostra uma “casa na árvore”, em um cenário que parece de cinema, mas, na verdade, ela existe e fica na cidade.


A imagem mostra uma mulher, de roupão, sentada na varanda da casa de madeira. Ela está olhando para um lago de cor azul. Sobre ele há uma pequena ponte de madeira. Embaixo desta ponte estão penduradas cadeiras para relaxar e aproveitar a vista.


O local é um spa localizado dentro do Éden Garden, na Rodovia PR-317, saída para Campo Mourão. 


Pela foto, a casa parece ter sido construída em cima de uma árvore, mas, na verdade, não foi. Os galhos dos eucaliptos foram preservados e assim passam entre a estrutura, dando a impressão de ser uma casa na árvore.


A casa tem três ambientes e várias pontes de madeira que permitem o trajeto de um espaço para o outro. Saiba mais e veja fotos aqui.


Edifício de janelas tortas

Bloco de Imagem

Foto: Luiz Santos/GMC Online

Um prédio aguça a curiosidade de quem anda pela rua Piratininga, no centro de Maringá. É que alguns apartamentos do edifício Guinza têm janelas tortas.


Eliana Ribeiro é síndica do Guinza desde sua entrega, em 2008. Ela explica que é comum o interesse de pessoas em saber o porquê das janelas tortas. "É um comentário na cidade, todos que passam por aqui param para ver se as janelas são tortas mesmo", comenta.


Eliana relata que chegou a conversar com o arquiteto responsável pelo projeto do Guinza. "Ele me disse que era uma arquitetura moderna", diz.


Para quem sofre de TOC (transtorno obsessivo compulsivo) a arquitetura pode até desagradar, mas o fato é que com o tempo os moradores se acostumaram com as janelas do prédio e também com a repercussão entre os pedestres que passam por lá.


"Se você ficar aqui durante o dia você vê várias pessoas parando e comentando sobre. Virou uma espécie de ponto turístico da cidade", ressalta a síndica.


O estilo diferenciado das janelas, no entanto, faz com que os moradores encontrem dificuldades na hora de instalar as janelas. Além disso, por causa da inclinação, muitas acabam "fechando sozinhas".


"Se você abrir, ela bate. Algumas pessoas instalaram assim mesmo e aí usam algum cabo para segurar. O que orientamos é que fizessem uma base reta em cima e embaixo para, então, instalar as janelas", comenta Eliana. Leia mais aqui.


Mudi

Bloco de Imagem

Foto: Reprodução/Mudi

O Museu Dinâmico Interdisciplinar (Mudi) da Universidade Estadual de Maringá (UEM) tem como principal diretriz a integração da universidade com o ensino fundamental e médio, além da comunidade em geral.


O local tem exposições que possibilitam a interatividade e seu acervo combina áreas como história, geografia, biologia, química, matemática e física. Temas como produção de mudas e utilização da arte na ciência fazem parte das instalações e experimentos do museu, que também promove cursos e palestras.


O funcionamento do museu é de terça a sexta-feira, das 8h30 às 11h e das 14h às 17h. Nas quartas-feiras, o local também abre durante à noite, das 19h30 às 22h. Nos domingos, o funcionamento é das 14h às 17h.


O endereço é avenida Colombo, 5790, Zona 7, Bloco 033 (UEM) - Maringá.


Hospital de fuscas e kombis

Bloco de Imagem

Foto: Reprodução/Casal V8

Até parece um cemitério de Kombis e Fuscas. Mas o dono do local discorda. “Cemitério é porque enterrou e não volta mais. Aqui é um hospital, porque elas são restauradas, voltam à vida”, defende Fabiano Ficher, de 40 anos.


O restaurador de carros antigos tem uma chácara em Maringá onde estão estacionados mais de 50 Kombis e Fuscas que aguardam restauração.


Há 20 anos, Ficher transforma latarias muitas vezes até podres em veículos novos. “Pego do zero e transformo. Faço a funilaria, montagem, mecânica, elétrica, pintura e algumas coisas terceirizo”, explica.


O trabalho é difícil, minucioso e leva tempo. A restauração de um veículo leva em torno de 8 meses. Confira mais sobre essa história aqui.


Casa de luxo, restaurantes e padaria de contêiner

Bloco de Galeria

Utilizar contêiner como moradia virou tendência. A moda também pegou estabelecimentos comerciais. Em Maringá há padaria, restaurantes, bares, lojas, escritórios e até uma rua com casas feitas de contêiner.


Quem aderiu a tendência conta que é por conta da rapidez e facilidade na montagem e também pelo custo que é em torno de 30% mais barato do que um imóvel de alvenaria. Confira alguns dos estabelecimentos contêineres de Maringá.


Gruta do Parque do Ingá

Bloco de Imagem

Foto: Suely Sanches

Por causa da sua devoção, o então prefeito de Maringá Adriano José Valente decidiu que uma imagem de Nossa Senhora Aparecida seria colocada na gruta encontrada no interior do parque em 1969.


O prefeito solicitou ajuda ao então governador do Paraná, Haroldo Leon Peres para conseguir uma imagem que viesse de Aparecida do Norte (SP).


A inaguração foi em grande estilo e teve presença de milhares de fiéis. Leia a história completa.

Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui, e encaminhe uma mensagem informando o seu nome.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo