Fechar

Entretenimento

olívia

Henrique Fogaça se emociona após filha com epilepsia ficar em pé

Publicado por Agência Estado, 08:34 - 13 de Fevereiro de 2020

Bloco de Imagem

Foto: Reprodução/Instagram

Henrique Fogaça comemorou nesta segunda-feira, 11, os avanços de sua filha Olívia Corvo Fogaça, que tem epilepsia e está sendo tratada com canabidiol, substância psicoativa presente na maconha. O composto é usado para o tratamento de diversas doenças.


O jurado do MasterChef se emocionou após a pequena, de 13 anos, conseguir ficar em pé sozinha, apoiada na cama, com a ajuda de um aparelho usado nas pernas.


"Minha linda filha Olívia me enche de orgulho e esperança. O papai te ama mais que tudo na vida. Você é o maior exemplo de superação. Te amo, minha eterna bonequinha", escreveu Fogaça.


Olívia é fruto do relacionamento do cozinheiro com sua primeira mulher, Fernanda Corvo. Veja a foto da conquista da garota:

Bloco de Imagem

Foto: Reprodução/Instagram

O que é a epilepsia


A neurologista Vera Terra, presidente da Liga Brasileira de Epilepsia (LBE), explica que se trata de uma doença do cérebro relacionada ao funcionamento anormal dos neurônios.


"As células do cérebro se comunicam por impulsos eletrônicos ou por neurotransmissores. Nas pessoas com epilepsia, essa comunicação é exagerada em algumas regiões do órgão, com liberação de muitos neurotransmissores. Os neurônios disparam de forma aleatória e gera a crise", diz a especialista.


As causas da epilepsia, segundo a médica, são variadas, mas a doença pode ter origem em danos cerebrais, como um tumor, acidente vascular cerebral (AVC), trauma ou qualquer doença que afete a estrutura normal do órgão. Assim, qualquer pessoa pode desenvolver o quadro, mas aquelas que sofreram alguma lesão são mais propensas. Abuso de álcool e drogas também pode ser um fator.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo