Fechar

Volei

Vôlei de Praia

4 maringaenses na briga pelo 'Craque da Galera' do circuito BR; VOTE

Publicado por Chrystian Iglecias, 17:05 - 16 de Agosto de 2019

Bloco de Imagem

Arthur Lanci foi o destaque maringaense no Circuito Brasileiro Open 2019. Foto: Arquivo Pessoal.

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) divulgou nesta quinta-feira (15) os atletas indicados ao prêmio "Craque da Galera" da temporada 2019 do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia. Com o Superpraia se aproximando, a CBV promove votação popular para eleger os melhores do ano, tanto no masculino, quanto no feminino. As votações durarão uma semana e vão até as 18h do próximo dia 23, no site da Confederação Brasileira de Voleibol. Para dar seu voto, basta clicar no LINK.


Ao fim do torneio que fecha a temporada do vôlei de praia nacional, a festa de premiação será transmitida ao vivo pelos canais SporTV, direto de Brasília. 


Os jogadores Arthur Lanci e Adrielson Silva, ambos atletas da Associação Maringaense de Vôlei de Praia (AMVP), estão entre os 36 indicados na categoria masculina. Arthur e Adrielson possuem uma trajetória atuando como dupla e, recentemente, foram vice-campeões de um torneio do circuito mundial, no RJ. Além disso, ambos são campeões mundiais sub-21, mas separados. Na última edição do Circuito Brasileiro Open, Arthur Lanci foi vice-campeão ao lado do cearense Heraldo, enquanto Adrielson foi bronze ao lado de Eduardo Davi, que até pouco tempo fazia parte do time da AMVP.


No feminino, as atletas da AMVP Ingridh Louise e Juliana Simões também estão no páreo pelo Craque da Galera. Com o saque como principal característica de seu jogo, Ingridh, de apenas 19 anos, fez parte da seleção brasileira que disputou o Mundial sub-21 de 2019. Juliana, 26, mais experiente, já participou de campeonatos mundiais e é atleta maringaense desde 2009. 

Bloco de Imagem

Adrielson foi terceiro colocado no Open. Foto: Arquivo Pessoal.

Em contato com o portal GMC Online, o técnico da Associação Maringaense de Vôlei de Praia (AMVP), Robson Xavier, analisou os feitos dos quatro indicados da Cidade Canção para um dos prêmios individuais mais cobiçados da modalidade no Brasil.


"A Ingrid é uma garota nova e fez uma grande temporada na estreia dela no circuito, passando sempre do qualifier para as etapas finais. Várias vezes terminou entre as dez primeiras colocações. A Juliana é uma atleta já mais velha nossa, fez uma ótima temporada e vai disputar inclusive o Superpraia lá em Brasília no fim do mês. Faz parte da seleção brasileira de base também e é campeã brasileira sub-21", contou Xavier.


"O Arthur Lanci já é um atleta das nossas categorias de base, iniciou com a gente em 2012 e passou por todas as fases de desenvolvimento com a gente. Foi campeonato brasileiro sub-19, tetracampeão brasileiro sub-21, bicampeão brasileiro sub-23, campeão mundial sub-19 e sub-21. Na última temporada, ele venceu as etapas de Palmas e do Rio Grande do Norte no Open. Atleta muito forte e talentoso", afirmou. "O Adrielson treina conosco desde 2013, foi bicampeão brasileiro sub-19, bicampeão brasileiro sub-21, campeão mundial sub-21, vice-campeão sul-americano esse ano no Peru. Outro atleta que joga no fundo de quadra, de defesa, com grande futuro pela frente", completou.

Bloco de Imagem

Ingridh Louise é uma das últimas revelações da AMVP. Foto: Arquivo Pessoal.

A reportagem não conseguiu contato com Arthur Lanci e Adrielson, que estão em viagem para disputar uma etapa do Challenger em Teresina (PI). Ingridh Louise e Juliana Simões, todavia, falaram com o portal GMC Online e expuseram suas sensações ao estar disputando a premiação individual.



"Estou muito animada, sou nova no circuito, comecei a entrar no torneio principal final do ano passado. Só de estar concorrendo essa premiação, é muito gratificante pra mim", afirmou Ingridh.


"A sensação é maravilhosa. Representar o PR no alto nível é realmente gratificante, um reconhecimento de um longo trabalho. Estou bem feliz com a indicação", disse Juliana.


Bloco de Imagem

Juliana Simões completa este ano uma década no time da AMVP. Foto: Arquivo Pessoal.

Superpraia


O torneio, também com chancela da CBV, é responsável pelo encerramento da temporada e conta apenas com as 14 melhores duplas do último Circuito Brasileiro Open, além de duas duplas convidadas, tanto no masculino, quanto no feminino. A competição possui uma premiação maior do que as das etapas do circuito - os campeões nos dois naipes recebem R$ 79,9 mil.


Dos quatro maringaenses que estão disputando o "Craque da Galera", apenas Ingridh Louise não conseguiu a classificação para este campeonato. Enquanto Adrielson fará dupla com Arthur Mariano (MS), Arthur Lanci jogará ao lado de Saymon, também do Mato Grosso do Sul. Já Juliana Simões disputará o Superpraia junto com Aline, de Santa Catarina.

Bloco de Imagem

Robson Xavier é o comandante do barco. Foto: Arquivo Pessoal.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo