Fechar

+ Esportes

Força e feminilidade

Maringaense Sabrina Cividini é bronze no Brasileiro de Fisiculturismo

Publicado por Chrystian Iglecias, 17:25 - 06 de Agosto de 2019

Bicampeã paranaense, a fisiculturista Sabrina Cividini, de Maringá, conquistou mais um importante feito em sua carreira. No último fim de semana, em Limeira (SP), a atleta disputou o Campeonato Brasileiro na categoria Wellness (até 1,68m de altura). Entre as 29 concorrentes, a maringaense conseguiu a medalha de bronze, seu melhor resultado até o momento na competição nacional. 


Treinando, como mínimo, três horas diárias, com exercícios de musculação, aeróbicos e treinamentos específicos, Sabrina viu sua determinação ser recompensada com um resultado expressivo.



"A sensação é de evolução. Estar num top-6 de um Campeonato Nacional já é muito difícil, estar no top-3 é maravilhoso. O nível é extremamente alto, pois disputamos com as primeiras colocadas de cada estado", comemorou a maringaense.


Bloco de Imagem

Sabrina (dir) com medalha e troféu. Foto: Arquivo Pessoal

Sabrina vem em uma crescente em Campeonatos Brasileiros. Em sua primeira participação, ela terminou em quinto lugar. Na segunda, em quarto. Se seguir esta rotina, a bela e determinada fisicultista de 29 anos, logo menos, se sagrará campeã nacional. Questionada sobre a ansiedade e a cobrançaa interior pelo título a medida em que os anos passam e os resultados melhoram, Sabrina falou grosso.



"Sinto que estou muito perto de me consagrar campeã nacional. E uma campeã nacional deve fazer por merecer. A minha cobrança e dedicação aumentam proporcionalmente a minha colocação", afirmou a atleta.



Após a conquista do bicampeonato estadual, no último mês de junho, Sabrina Cividini foi contemplado com o programa Bolsa-Atleta da Prefeitura de Maringá. Agora com maior poderio financeiro, a fisiculturista quer retribuir a confiança do município em seu potencial.

Bloco de Imagem

Foto: Reprodução/Instagram

"Ter o apoio da prefeitura me motiva com a credibilidade que eles me concederam e também me fortalece financeiramente para eu poder investir ainda mais em mim", destacou.


"Mulheres fortes" como Sabrina costumam sofrer com críticas com relação a uma possível "falta de feminilidade". Nas competições do fisiculturismo, no entanto, quesitos como beleza, cabelo e produção são alguns dos critérios avaliados. Com um rosto de parar o trânsito, a fisiculturista de Maringá mandou um recado para outras mulheres que também sofrem com este tipo de comentário.



"A imagem com as top-6 do Brasil já diz tudo, mulheres fortes, lindas e totalmente femininas."


Bloco de Imagem

Foto: Arquivo Pessoal

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo