Fechar

Futsal

Jogos Abertos

Com time jovem, Seleto é tricampeão da fase regional dos Jap's

Publicado por Chrystian Iglecias, 14:25 - 16 de Julho de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação/Maringá Seleto

Maringá está mais uma vez classificada à etapa final do torneio de futsal dos Jogos Abertos do Paraná. Neste domingo (14), o Seleto se sagrou tricampeão da fase regional da competição, sediada em Terra Rica (a 160 km de Maringá). Aproveitando-se da juventude da equipe principal que disputa a Série Prata do Campeonato Paranaense adulto em parceria com o ITGEM, o time treinado pelo professor Marcelinho confirmou o favoritismo e papou o título em uma decisão diante do time da pacata Paranapoema.


O plantel que disputou a tradicional competição estadual entre cidades tinha uma média de 20 a 23 anos de idade. A mescla de jogadores como Lambarizinho, Montanha e Tchuka, destaques do time na Prata, com novatos como Lukinha e Rodrigo deu certo e trouxe mais um caneco para a Cidade Canção.


Campanha


A fase regional do futsal nos Jogos Abertos contou com a participação de 24 equipes, separadas em oito grupos de três, sendo que apenas um representante de cada chave garantia a vaga para as quartas de final. O Seleto caiu no grupo de Sarandi e São Jorge do Ivaí, e passou de fase com certa facilidade.


Logo na estreia, o time maringaense atropelou o São Jorge por 8 a 2, colocando um pé nas quartas. Na segunda e última rodada da fase de grupos, a parada foi mais complicada. Sarandi endureceu o jogo e fez o Seleto trabalhar para vencer por 4 a 3. Com seis pontos e sete gols de saldo, a equipe da Cidade Canção se classificou para as quartas para pegar o time de Alto Paraná.


Quem esperava um jogo mais difícil, por ser um confronto eliminatório, se enganou. O Seleto, mais uma vez, passou por cima do adversário e goleou por incríveis 9 a 1, garantindo vaga na semifinal diante do time de Paranavaí.


Adivinha!? Outra goleada. Um sonoro 7 a 1 (e lá vêm eles de novo...) em cima dos paranavaienses levou o Seleto à decisão com inacreditáveis 28 gols em quatro jogos. Na grande final, o time de Maringá enfrentou o Paranapoema, e outra vez maltratou as redes do gol adversário. Com a vitória por 5 a 2, o Seleto garantiu mais um título e a vaga na etapa final – Série B. Caso termine entre os quatro primeiros, os maringaenses subirão para a Série A.

Bloco de Imagem

Jogadores recebem suas medalhas após a conquista. Foto: Divulgação/Maringá Seleto

Abre aspas para os campeões


O portal GMC Online entrou em contato com o técnico Marcelinho na noite desta segunda-feira (15). O comandante explicou a mescla de jogadores experientes com atletas que ainda estão dando os primeiros passos no futsal, e deixou claro que o todo o elenco, hoje, é considerado amador.



“Nossa equipe é composta por jogadores ex-profissionais e jogadores que estão iniciando a carreira. Hoje, todos eles são amadores e têm uma outra vida profissional”, afirmou Marcelinho.


“Alguns muito mais experientes, por ter jogado profissionalmente e disputado competições do mais alto nível, como a Liga Nacional, e outros que estão ainda no início. Mas mesmo os mais jovens já vêm jogando na Série Prata, Série Bronze ano passado, então já não são mais jogadores tão inexperientes”, completou.


Bloco de Imagem

Lambari comemora gol na Série Prata. Foto: Fernando Teramatsu

Jogador mais experiente do time, o capitão Lambarizinho joga no Seleto há muitos anos. Líder, ele não menospreza o nível da fase regional dos Jogos Abertos. “É sempre difícil, seja Série B, Série A... como já participei dos dois, posso falar com propriedade. Arrisco dizer que você jogar a Série B a dificuldade é maior. Esse ano não foi diferente”, avaliou.


O jovem Lukinha, de 22 anos, está há apenas dois meses no Seleto. Ele entrou no time através de uma seletiva que ocorreu no Colégio Gastão Vidigal. “Estou ganhando muita experiência no Grêmio/Seleto. É um time que eu posso confiar nos meus companheiros dentro e fora de quadra, e estamos muito confiantes para a fase final. Vamos com humildade e foco pra ganhar o campeonato e se Deus quiser subir pra Série A”, afirmou o ala.

Bloco de Imagem

Lukinha (centro) antes de um jogo pela Série Prata. Foto: Arquivo Pessoal

Prata


Após o título nos JAP’s, o Grêmio/Seleto volta a focar no Paranaense. O time entra em quadra neste sábado (20) para enfrentar o Faxinal, fora de casa, em confronto que pode definir os rumos do alvinegro na competição. Com 20 pontos, a equipe maringaense está em quinto na tabela, apenas cinco pontos à frente do Faxinal, primeiro time fora da zona de classificação para a segunda fase.


Considerando que o Grêmio/Seleto possui dois jogos a mais do que o Faxinal, a vitória no fim de semana é essencial para aliviar a pressão. O problema é que a equipe da Cidade Canção tem dificuldades para conseguir bons resultados longe de Maringá. O Grêmio/Seleto possui apenas uma vitória em sete partidas fora de casa na Série Prata.


 

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo