Fechar

Futebol

Em prol da AMA

'Futebol do Bem' promove amistoso com veteranos do Flamengo

Publicado por Victor Ramalho, 15:15 - 11 de Novembro de 2019

O Estádio Regional Willie Davids recebeu, no último domingo (10), uma partida recheada de craques do passado. O 'Futebol do Bem' contou com a presença de veteranos que fizeram história com a camisa do Flamengo. Nomes como Andrade, Marinho e Rondineli, campeões da Libertadores e do Mundial pelo clube rubro-Negro em 1981, Athirson, bi-campeão carioca nos anos 90, e Leandro Ávila, tri-campeão carioca em 1999,2000 e 2001 marcaram presença no amistoso.


O evento, organizado pela Torcida Organizada 'Urubuzada' de Maringá foi uma ação beneficente em prol da Associação Maringaense dos Autistas (AMA), a qual será beneficiada com a doação da renda de bilheteria da partida. 


Em campo, o time de amigos da 'Urubuzada' Maringá venceu os ídolos da gávea pelo placar de 5x4. O grande destaque do jogo, no entanto, foi a festa dos torcedores flamenguistas presentes no estádio, que puderam ver de perto grandes jogadores que fizeram história vestindo o manto. 5 mil ingressos foram vendidos antecipadamente, para um público de mais de mil expectadores.


Andrade, campeão da Libertadores e do Mundial em 1981 como jogador e do Brasileiro de 2009 como técnico, em entrevista à página da Torcida Organizada 'Urubuzada' no Facebook, agradeceu o convite para a partida e elogiou a receptividade do povo maringaense. "É sempre uma honra fazer parte de um evento como esse. Agradeço a Urubuzada pelo convite e a galera de Maringá pela hospitalidade. Não poderia ser melhor, me sinto em casa", completou o ídolo rubro-negro.

Bloco de Imagem

Foto: Assessoria/Torcida Organizada 'Urubuzada'

Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui, e encaminhe uma mensagem informando o seu nome.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo