Fechar

Futebol

Clube

Fora de campo, Maringá FC aposta em gestão e se aproxima do torcedor

Publicado por Redação GMC, 09:09 - 14 de Dezembro de 2018

O Maringá FC se prepara de olho na temporada de 2019. Pela frente, o time tem pelo menos duas competições importantes, a 1ª Divisão do Paranaense e a Série D do Campeonato Brasileiro. No entanto, se dentro das quatro linhas a bola ainda não rolou, fora de campo o trabalho está em ritmo acelerado. O MFC aposta em uma gestão de clube-empresa e investe em ações para aproximar o time do seu maior patrimônio: o torcedor.


O diretor de marketing do clube, João Vitor Mazzer, explica que desde que o novo grupo de gestores assumiu o comando do Maringá, isso há dois anos, um desafio passou a ser encarado: levar para o futebol uma filosofia empresarial.


“O clube passou a ser gerido como se gere uma empresa, que na nossa opinião é algo que deveria ser adotado por todos os clubes. Isso significa ter um organograma bem definido, ter uma hierarquia de funções, e todos saberem onde começa e termina a sua função. Ou seja, cada um focado na sua área, mas conectado com o ‘todo’”.


De acordo com Mazzer, tão importante para o clube quanto um time formado por jogadores bem entrosados nas competições é ter o trabalho extracampo profissionalizado. “Nesta perspectiva, destacamos a nossa preocupação em ter responsabilidade financeira e fiscal e ter todos os contratos bem ajustados. Temos, assim, uma empresa que procura se relacionar com o mercado local e de fora de uma maneira profissional”, diz.

Bloco de Imagem

"Sob nosso comando, o clube passou a ser gerido como se gere uma empresa", afirma o diretor de marketing, João Vitor Mazzer. Foto: MFC

Patrocinadores


Um dos grandes desafios para os clubes de futebol se manterem é ter patrocinadores fiéis. O Maringá FC sabe disso. Atualmente, cerca de R$ 7 em cada R$ 10 que entram no caixa do MFC são de patrocinadores.


“Aprendemos que o futebol é feito em um tripé: a diretoria, a torcida e os patrocinadores. Em 2019, no ano mais maduro da nossa gestão, 70% das receitas são por meio de patrocinadores, ou seja, o futebol em Maringá só acontece por causa dos patrocinadores”, afirma Mazzer.


No MFC, os patrocínios são anuais – não por campeonato ou jogo. “É um projeto que não tem data para acabar. Temos dependência grande dos patrocinadores e precisamos cuidar deles. Tanto que a renovação de 2018 para 2019 será de quase 100%”.

Bloco de Imagem

Foto: Fernando Tanaka

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo