Fechar

Futebol

Apoio moral

Cortado após lesão, Neymar visita seleção brasileira em São Paulo

Publicado por Folhapress, 15:20 - 21 de Junho de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Neymar reviu seus companheiros da seleção brasileira na manhã desta sexta-feira (21), em São Paulo. Cortado da equipe nacional que disputa a Copa América por uma lesão no tornozelo direito, ele esteve no hotel onde os jogadores estão hospedados antes da partida contra o Peru, marcada para sábado (22), às 16h, no Itaquerão.


Imagens do encontro mostram o atacante descontraído, recebendo cumprimentos carinhosos. Em um dos diálogos, o volante Fernandinho lhe pergunta se o tornozelo está bem após a pancada sofrida no último dia 5. "Pô, se precisar de mais um aí, (tornozelo) está ótimo", sorri o camisa 10, que teve sua vaga no grupo ocupada por Willian.


Entre os momentos divulgados pela CBF, há abraços fortes no técnico Tite e no amigo Daniel Alves. Antes mesmo do corte, o treinador havia tirado, por motivos disciplinares, a faixa de capitão de Neymar e a entregado ao lateral direito, parceiro dele no Paris Saint-Germain.


O camisa 10 começou a preparação para a Copa América com os colegas, no fim do mês passado, em um momento no qual a braçadeira era o principal assunto. Isso logo foi esquecido diante de uma acusação de estupro contra o atacante e com a presença frequente da Polícia Civil na Granja Comary, em Teresópolis, onde trabalhava a seleção.


O turbilhão estava no auge quando, no dia em que a acusadora, Najila Trindade, concedeu entrevista dando detalhes sobre o suposto estupro, Neymar se machucou. Após a vitória por 2 a 0 sobre o Qatar, ainda na madrugada, a CBF anunciou que o atleta de 27 anos havia sofrido "lesão ligamentar" no tornozelo e estava fora da Copa América.


O jogador, então, passou a se dedicar à recuperação e aos depoimentos relativos ao caso, mas manteve contato com os jogadores do Brasil. Ele continuou no grupo de WhatsApp dos atletas e teve conversas com Daniel Alves antes de aparecer no hotel Pullman, em São Paulo, para abraçar os companheiros.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo