Fechar

COLUNISTAS

A influência das Regras Invisíveis

Publicado por Michele Thomaz - Trainer em PNL/Manual da Mente, 10:17 - 17 de Junho de 2019

Bloco de Imagem

Somos um ser social

Está comprovado na história da evolução humana que somos todos seres sociais. Isso significa que além de desenvolvermos nossa força de grupo também nos adaptamos, facilmente, com tudo ao nosso redor. Claro que para termos o mínimo de ordem criamos leis que asseguram o exercício da nossa liberdade. Essas leis são claras e podem ser consultadas a qualquer momento pois estão escritas em documentos públicos.


Além dessas regras essenciais que nos permitem vivermos em harmonia gostaria de leva-lo a um outro padrão de comportamento. Me refiro às leis invisíveis. Aquelas que, apesar de não estarem escritas em nenhum lugar, nos conduzem diariamente e influenciam em nossas decisões, metas e sonhos..., pois estão ali.


É fácil perceber quando analisamos nossas práticas do dia a dia. Por exemplo, você já percebeu que quando uma ideia surge no mercado logo a novidade se espalha e passa a ser vista em vários lugares? Basta um grande número de pessoas aderirem à essa nova tendência e pronto! A ideia ganha espaço e grande parte de um público adere.


Mas porque isso acontece?


Simples! Repetimos comportamentos para não nos sentirmos excluídos do grupo, seja na moda, na forma como falamos, em nossas escolhas religiosas, políticas, como também em nossos objetivos. Por outro lado, ser conduzido por essa conformidade social, o que parece ser inofensiva, piora quando trazemos à tona a possibilidade de perdermos nossa individualidade. Seja no âmbito pessoal ou profissional.


No mundo dos negócios vemos com facilidade esse tipo de comportamento. É o que leva uma pessoa a abrir um estabelecimento que já existe pelo simples fato de ver que alguém está obtendo sucesso com determinado negócio. Por isso não cometa o erro de cair no pensamento generalizado.


Abrir um restaurante concorrente a um de sucesso, por exemplo, e acreditar que você terá o mesmo resultado simplesmente porque você gosta de cozinhar em casa e recebe elogios dos amigos. Mas se esquece de que a rotina de um restaurante passa longe de apenas saber fazer uma boa comida. É preciso entender de finanças, saber se relacionar com funcionários, entender da logística, armazenamento, entre tantos outros fatores. O que, dificilmente fará seu negócio dar certo.


Portanto, não exite em desafiar a sua própria vida. Sinta prazer naquilo que você já faz e viva o seu sonho (e não os dos outros). Encontre seus próprios desejos. E caso tenha dificuldade em identificar pense em quais são as suas insatisfações e comece por elas.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo